Diário Online
Pará

Lixo toma conta das ruas do bairro da Sacramenta

sexta-feira, 24/05/2019, 07:09 - Atualizado em 24/05/2019, 07:13 - Autor:


Moradores do bairro da Sacramenta estão se sentindo prejudicados por causa da grande quantidade de lixo espalhado pelas ruas e canais. A sujeira é tamanha que na ponte que fica sobre o canal São Joaquim, na Travessa Alferes Costa, pedestres e ciclistas já não podem mais transitar na faixa que seria destinada a eles.


Entre os resíduos, lixo doméstico e até sofás sobre a ponte. Na Travessa WE 12 – também conhecida por Estrada do CDP – os entulhos se estendem por mais de 100 metros da pista. Motociclistas, ciclistas e pedestres transitam sobre a sujeira. A comunidade denuncia que a há dias o lixo não é recolhido pela prefeitura de Belém. “Eu nunca nem vi não ter lixo aí”, desabafou a ciclista Cristina Pimentel, ao cruzar a ponte sobre o canal São Joaquim dividindo a mesma pista com os carros. A atleta pedala por ali pelo menos duas vezes por dia e sempre tem de se arriscar no trânsito daquela área.


A lateral da ponte é destinada aos ciclistas e pedestres, mas eles não andam mais por ela porque o lixo já ocupou toda a faixa. O odor no local é forte. “A gente tem que passar por aqui com cuidado. Há momentos em que temos que parar porque os pedestres estão passando junto com os carros e não tem espaço para a bicicleta”, disse.


Ali estão até pedaços de sofás. Nas ruas laterais do canal São Joaquim, a sujeira também predomina. São vários pontos críticos. Na passagem Bom Jesus, há várias carcaças de geladeiras. Quando chove, elas ficam cheias d’água e logo aparecem as larvas do mosquito.


FLAGRANTE


Situação caótica também na Travessa WE 12, no conjunto CDP. A dona de casa Benedita de Oliveira, 45, teve de colocar os pés na sujeira e encarar o odor fétido que exalava do lixo. “A prefeitura limpa e logo está tudo sujo de novo”, disse. Segundo a moradora, o problema ali dura há anos e ninguém consegue resolver.


O autônomo José Martins, 52, queixou-se que já teria quase uma semana que a prefeitura de Belém não recolhia o lixo na área do conjunto CDP. “A tarde isso fica insuportável com sapos e a noite com ratos”, disse. “A cada dia a sujeira aumenta. Estamos abandonados”, desabafou o morador. No momento em que a reportagem passou pelo local, flagrou um homem despejando lixo na rua. Ele não quis falar com a reportagem e ainda foi embora sorrindo por ter sido flagrado.


RESPOSTA


Em nota, a Prefeitura de Belém informou que vem trabalhando para combater o descarte irregular em vias e margens de canais. “O serviço de limpeza é realizado em todos os bairros da cidade, mas as áreas que sofrem influência de canais recebem atenção especial, como os trechos citados nesta demanda”. A prefeitura informou ainda que a Secretaria de Saneamento (Sesan) realiza retirada diária do entulho descartado ao longo do canal São Joaquim e no conjunto CDP, “no entanto, a população precisa colaborar e não jogar lixo nas ruas e margem de canal”, completou.


(Denilson D’Almeida/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS