DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
BR-230

Colisão resulta na morte dos dois motoristas carbonizados  

Devido terem sido carbonizados, os corpos serão submetidos a exames de DNA

quinta-feira, 04/11/2021, 11:23 - Atualizado em 04/11/2021, 15:39 - Autor: Alessandra Gonçalves

Google News

Acidente ocorreu na BR-230, às proximidades da Vila Cajazeiras, município de Itupiranga
Acidente ocorreu na BR-230, às proximidades da Vila Cajazeiras, município de Itupiranga | Reprodução

Falta de atenção e excesso de velocidade são as principais causas dos acidentes registrados nas rodovias brasileiras, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

Nesta quarta-feira (3), por volta de 16h, uma colisão envolvendo um caminhão de carga e uma carreta bi-trem transportando gado, resultou na morte dos dois motoristas. O acidente ocorreu na BR-230, às proximidades da Vila Cajazeiras, em Itupiranga, distante cerca de 60 quilômetros de Marabá, no sudeste paraense. 

O caminhão dirigido por Adão Alves de Abreu, de 42 anos, que seguia sentido Marabá e estava transportando gado, colidiu frontalmente com o veículo Volvo branco com vítima não identificada até o momento.

 

Adão Alves de Abreu foi uma das vítimas do acidente
Adão Alves de Abreu foi uma das vítimas do acidente | Reprodução
 

Com o impacto da colisão ambos os motoristas morreram na hora carbonizados. Vários vídeos foram divulgados nas redes sociais. As cenas assustadoras e impressionantes mostram os veículos em chamas.

Em uma das imagens é possível ver os bois que estavam sendo transportados em um dos veículos pulando tentando fugir do fogo. Outros não conseguiram sair da gaiola do caminhão e morreram ali mesmo.

 

Alguns bois que estavam sendo transportados na gaiola morreram
Alguns bois que estavam sendo transportados na gaiola morreram | Reprodução
 

De acordo com o comandante do Destacamento de Itupiranga, tenente PM Aldir, os policiais foram avisados por populares que passaram no local e ligaram para o telefone funcional deles. Como o destacamento de Cajazeiras fica bem próximo do local do acidente, militares de lá foram deslocados para atender a ocorrência. 

“Chegando lá foi tomada as primeiras providências com os órgãos que providenciam socorro. O Corpo de Bombeiros, Samu e também a PRF, uma vez que é na rodovia federal”, disse o tenente Aldir.

Os restos mortais dos motoristas foram removidos para o Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, de Marabá. Devido terem sido carbonizados, será realizado um exame de DNA para comprovação da identidade das vítimas. O resultado sai em 30 dias.   

 

Após o acidente, um longo congestionamento se formou na extensão da Transamazônica DOL CARAJÁS
 



 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)