DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
COVID-19

Procura por imunizante faz marabaense correr ao shopping

Decreto anunciado pelo governador vai exigir carteira de vacinação atualizada para locais públicos e privados

quarta-feira, 01/12/2021, 16:28 - Atualizado em 01/12/2021, 16:28 - Autor: Michel Garcia

Google News

Procura por vacina contra a Covid-19 em Marabá tem sido intensa essa semana
Procura por vacina contra a Covid-19 em Marabá tem sido intensa essa semana | Sarah Maria/RBATV

Os números de leitos dos hospitais públicos em Marabá deram uma estabilizada nesta quarta-feira (1º). Dos 10 leitos de UIT's com pacientes para Covid-19, 9 estão ocupados, passando de 100 para 90% de ocupação. São 8 pacientes de Marabá e um de outra cidade.

Os leitos de enfermaria estão em 75%, com 12 ocupações das 16 no total. Todos os 12 são pacientes de Marabá.

A procura pelo imunizante Pfizer na prevenção contra a Covid-19 tem movimentado os postos de vacinação em Marabá no sudeste paraense. Na semana passada, a vacina da Pfizer estava em falta no município, disponibilizando apenas as vacinas Coronavac e Astrazeneca. Esta semana a campanha visa regularizar e atualizar o calendário vacinal, principalmente após o anúncio do novo decreto do governo do estado para incentivar a vacinação em todo o estado, que visa favorecer os cidadãos que já estiverem com a vacinação em dia.

 

|
 

O governador Helder Barbalho, em suas redes sociais, anunciou nesta terça-feira (30) que o governo do Estado já está articulando com prefeituras, sociedade civil e segmentos da economia, a realização de mutirão de incentivo à vacinação contra a Covid-19 em todos os municípios, como forma de evitar que o sistema de saúde volte a ser pressionado em decorrência do aumento de casos da doença, envolvendo principalmente pessoas não vacinadas.

MUTIRÃO

“Nós já temos percebido algumas regiões, particularmente o Baixo Amazonas, a região do Xingu e a região de Carajás, que começa a haver uma pressão sobre o sistema de saúde. E, quando você vai verificar, aqueles que estão necessitando ir para o leito de hospital são exatamente aqueles que resolveram não se vacinar. Nós não podemos continuar vendo isso. Por essa razão, nós temos articulado com as prefeituras, articulado com a sociedade civil e articulado com segmentos da economia para que possamos fazer um grande mutirão, um grande esforço e, acima de tudo, possamos encontrar soluções para impulsionar a vacinação”, informou o chefe do Executivo Estadual.

 

Esta semana a campanha visa regularizar e atualizar o calendário vacinal, principalmente após o anúncio do novo decreto do governo do estado para incentivar a vacinação em todo o estado
Esta semana a campanha visa regularizar e atualizar o calendário vacinal, principalmente após o anúncio do novo decreto do governo do estado para incentivar a vacinação em todo o estado | Sarah Maria/RBATV
 

“Foi definido que vão ser criadas restrições para quem não se vacinou e feitas liberações para atividades que ainda estão restritas. Estamos estudando a possibilidade de liberar para 100% a ocupação de alguns espaços. Mas em compensação, o Estado vai intensificar a fiscalização e tornar proibida a entrada neles de pessoas que não se vacinaram”, reiterou Ricardo Sefer, procurador-geral do Pará.

Aproveite para ver também

Vacinação reinicia nesta terça-feira (30) em Marabá

Vídeo: Marabá atinge 100% de ocupação de leitos de UTI  

Doses da vacina Pfizer se esgotam em Marabá

Terceiro caso da variante Ômicron é registrado no Brasil

Mas, ao mesmo tempo, também exigir que estabelecimentos, sejam eles públicos ou de setores privados, estejam obrigando que, para que frequentem locais públicos de circulação coletiva e locais privados, haja a apresentação da vacinação. Não é possível que, com todo o sofrimento já vivido, nós ainda tenhamos que ficar discutindo se vacinar faz bem ou deixa de fazer bem. Não tem outro caminho para que você se proteja, e para que você proteja aqueles que você ama”, enfatizou Helder Barbalho. (Com informações de Agência Pará e Prefeitura de Marabá)

Aproveite e veja a matéria da RBATV sobre esse assunto:

 

A procura pelo imunizante Pfizer na prevenção contra a Covid-19 tem movimentado os postos de vacinação em Marabá no sudeste paraense. DOL CARAJÁS
 



Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)