DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
AJUDA HUMANITÁRIA

Gabinete de crise é criado para gerenciar cheias em Marabá

Gabinete de crise foi criado a partir de então para gerenciar toda a situação que envolva a cheia em Marabá assim como o apoio logístico de mudança e apoio material às famílias atingidas

quarta-feira, 05/01/2022, 18:46 - Atualizado em 05/01/2022, 19:18 - Autor: Michel Garcia

Google News

Cheia dos rios começa a afetar os moradores da margem do Itacaiúnas em Marabá
Cheia dos rios começa a afetar os moradores da margem do Itacaiúnas em Marabá | Naldinho Fontenele via Drone

A Secretaria Regional de Governo do Pará promoveu uma reunião na tarde desta quarta-feira (5) para definir novas estratégias para prestar apoio às famílias que estão sendo atingidas pelas cheias dos rios Tocantins e Itacaiúnas em Marabá. A reunião contou com a presença do secretário regional de governo João Chamon Neto, o comandante geral do corpo de Bombeiros do Pará, coronel Hayman Apolo Gomes de Souza, comandante Dayvid Sarah, do CPR II da Polícia Militar, major Galúcio do 5º Grupamento de Marabá e do vice-prefeito de Marabá Luciano Dias.

Um gabinete de crise foi criado a partir de então para gerenciar toda a situação que envolva a cheia em Marabá assim como o apoio logístico de mudança e apoio material às famílias atingidas.

De acordo com o secretário João Chamon Neto, a iniciativa da criação do comitê de crise foi uma pedido direto do governador Helder Barbalho. "É um trabalho que fazemos sempre de interlocução do governo do estado com a população em mais uma enchente atípica em um momento que ninguém esperava, mas mesmo assim uma demonstração da presença firme do governo, recebemos a orientação do governador Helder Barbalho, que imediatamente enviou a comitiva aqui presente para que possamos minimizar o sofrimento que nossa população está passando", declarou.

Veja também!

Marabá decreta situação de emergência por conta da cheia

Abertura de comportas em Tucuruí põe fim a boatos

O comandante geral do corpo de Bombeiros do Pará, coronel Hayman Apolo Gomes de Souza reforçou a união das principais agências do estado para trabalhar em prol do apoio às famílias nesse momento em Marabá. "E o corpo de bombeiros e a polícia militar estão juntos para dar esse apoio, não só apoio humano, mas de logística, de alimentação, deveremos estar recebendo até o dia 11, 2.500 cestas de ajuda humanitária para serem entregues ao município a fim de que se possa suprir a população que está sendo atingida entre outros insumos", disse ele.

 

Reunião aconteceu na tarde desta quarta (5) na Secretaria Regional de Governo em Marabá
Reunião aconteceu na tarde desta quarta (5) na Secretaria Regional de Governo em Marabá | James Oliveira/RBATV
 

"Fomos acionados pelo comandante geral para darmos todo o apoio aos órgãos de segurança e de Defesa Civil do município. Estamos operando na segurança tanto na parte terrestre quanto na fluvial, apoiando também com o sistema de segurança pública com o grupamento aéreo que fará todas as ações necessárias em apoio a Defesa Civil", enfatizou comandante Dayvid Sarah, do CPR II da Polícia Militar.

ABRIGOS NA PIONEIRA

O vice-prefeito Luciano Dias agradeceu ao empenho do governo do estado em promover a reunião e aproveitou para esclarecer a logística dos abrigos construídos para as famílias desabrigadas. Ele disse que a prefeitura já construiu 10 abrigos espalhados pelos quatro núcleos da cidade. 

Além disso, ele mencionou sobre a nova previsão divulgada nesta quarta-feira (5) sobre a subida do nível do rio Tocantins para esta sexta-feira (7), antes prevista para 13,25 metros. "A Eletronorte reformulou essa previsão de subida do rio, realmente era exagerada a informação que ela nos passou, enfim retomamos a construção de abrigos na Marabá Pioneira, serão 80 abrigos que serão construídos para da famílias", declarou Luciano Dias. 

A nova previsão de cheia do rio Tocantins para esta sexta-feira (7) em Marabá é de 11,95 metros. (Com apoio de James Oliveira, da RBATV)

 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)