plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 26°
cotação atual R$


home
CORPO EM SACRIFÍCIO

Após chá alucinógeno, homem mata amigo a facadas no Pará

Polícia Civil quer entender o motivo de a vítima estar totalmente despida

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Após chá alucinógeno, homem mata amigo a facadas no Pará camera Rafael Andrade é acusado de matar o amigo | Reprodução

A Polícia Civil do Pará abriu inquérito para apurar as circunstâncias de um crime em que um homem matou o próprio amigo com vários golpes de faca, após tomar um chá que provoca alucinações.

O crime ocorreu nesta terça-feira (15), feriado da Proclamação da República, no Bairro Jardim Canadá, em Parauapebas, sudeste do estado.

Corpo de Felipe Marciano sendo removido para perícia
📷 Corpo de Felipe Marciano sendo removido para perícia |Reprodução

O crime ainda é um mistério para o Departamento de Homicídios da 20ª Seccional de Polícia Civil, uma vez que Felipe Marciano Pereira da Cruz estaria na companhia de Rafael Andrade, 38 anos, que é proprietário do imóvel, quando Rafael teria surtado e partido para cima da vítima e desferido diversas facadas. Na residência, também estava a esposa de Rafael, identificada como Wanessa.

Felipe Marciano morreu na hora
📷 Felipe Marciano morreu na hora |Reprodução

A Polícia Civil de Parauapebas traça diversas linhas de investigações referente ao assassinato. O corpo de Felipe Marciano foi periciado por agentes do Instituto Médico Legal (IM).

Rafael que foi visto nas proximidades do local do fato segue foragido, os órgãos de segurança seguem em sua procura.

O assassinato

Após algumas horas, a polícia tomou conhecimento que Rafael e Felipe bebiam um chá de cogumelo, que provoca alucinações e visões místicas. Rafael pertence a uma religião que tem o chá como referência de reflexão e passagem para a excelência espiritual.

LEIA TAMBÉM:

Jovem é assassinado com oito disparos em plena via pública

Divulgado o vídeo da execução de trabalhadores, veja!

Duplo homicídio pode ter relação com guerra entre facções

Após beber o chá junto a Felipe, o assassino foi à cozinha da residência e se apossou de uma faca. Wanessa perguntou ao marido o que ele faria com aquela faca e ele respondeu: “que precisava evitar um mau pior”. No decorrer, Rafael efetuou inúmeras facadas em Felipe – que após ingerir o chá, ressaltou que estaria pronto para oferecer o seu corpo em sacrifício.

Felipe foi esfaqueado por 20 vezes e ferido, ainda tentou correr, mas tombou morto na área da frente da casa. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas nada pode fazer.

A polícia está ouvindo a esposa de Rafael e planeja o prender em breve. Wanessa – que não teria participado da atrocidade – fica como testemunha do caso.

Agora, a polícia procura entender o motivo de a vítima estar totalmente despida.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Polícia

    Leia mais notícias de Polícia. Clique aqui!

    Últimas Notícias