plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 34°
cotação atual R$


home
SAIBA QUAIS AQUI

Governo adia mais concursos por causa das enchentes no RS

Pelo menos 17 certames que seriam no mês de maio foram adiados

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Governo adia mais concursos por causa das enchentes no RS camera Anatel e Caixa não adiaram seus concursos até o momento | Freepik

Além do CNU (Concurso Nacional Unificado), ao menos 17 processos seletivos já foram adiados em virtude das enchentes no Rio Grande do Sul. O último balanço divulgado nesta quarta-feira (8) confirmou cem mortos, 128 desaparecidos e 372 feridos no estado, além de quatro óbitos em investigação.

Na noite desta quarta-feira (8), o Banco Central anunciou que vai adiar o concurso público para o preenchimento de 100 vagas na autarquia devido às enchentes no Rio Grande do Sul. A prova seria realizada no dia 19 de maio. Ainda não há confirmação de nova data.

De acordo com o BC, no Rio Grande do Sul, são 1.100 inscritos, o que corresponde a cerca de 3% do total de candidatos. A autarquia diz que o adiamento não causará impacto financeiro para o BC.

Mais cedo, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) anunciou o adiamento da prova que seria realizada em 26 de maio. O exame foi remarcado para 23 de junho, mantendo os mesmos horários previstos.

"O objetivo essencial é garantir a segurança plena de todos os candidatos e profissionais envolvidos na aplicação da prova", afirmou a CVM.

Dois dias antes, o governo federal havia adiado o concurso do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), que estava marcado para ser realizado neste domingo (12). São cem vagas para os cargos de analista executivo em metrologia e qualidade e pesquisador-tecnologista em metrologia e qualidade.

Conteúdo relacionado

"As provas aprazadas para o próximo dia 12 foram adiadas por motivo de força maior", informou o Inmetro e o Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional). A nova data ainda não foi divulgada.

Um concurso que seria realizado para a Marinha também foi postergado. O teste estava previsto para essa terça-feira (7), mas foi alterado para 21 de maio. O processo irá selecionar candidatos para o curso de formação de soldados fuzileiros navais, com 1.680 vagas.

O processo seletivo para a Defensoria Pública do Paraná, previsto para este domingo (12), foi suspenso e não tem nova data marcada. O exame vai definir um defensor público substituto, que receberá R$ 24.662,77.

A Fundatec (Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências) divulgou que já suspendeu 13 exames, sendo 11 para órgãos no Rio Grande do Sul.

  1. Cremers (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul)
  2. Fumssar (Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (RS))
  3. Prefeitura, Câmara de Vereadores e Instituto de Previdência de Balneário Barra do Sul (SC)
  4. Prefeitura de Casca (RS)
  5. Prefeitura de Cidreira (RS)
  6. Prefeitura de Esteio (RS)
  7. Prefeitura de Itaara (RS)
  8. Prefeitura de Monte Castelo (SC)
  9. Prefeitura de Porto Alegre (RS)
  10. Prefeitura de Sapucaia do Sul (RS)
  11. Prefeitura de Venâncio Aires (RS)
  12. Prefeitura de Viamão (RS)
  13. Câmara de Vereadores de Viamão (RS)

CAIXA E ANATEL MANTÊM CONCURSOS

A Caixa Econômica Federal e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) dizem que estão acompanhando a situação no Rio Grande do Sul, mas anunciaram que estão mantidas as provas dos concursos previstas para 26 de maio.

A Caixa selecionará 4.050 pessoas para técnico bancário, técnico bancário em tecnologia de informação, médico do trabalho e engenheiro de segurança do trabalho, com salários que vão de R$ 3.762 a R$ 14.915.

"Estamos acompanhando a situação no Rio Grande do Sul, porém, até o momento, não há previsão de adiamento", informou a assessoria do banco. A prova será organizada pela Fundação Cesgranrio, que também é responsável pelo Concurso Nacional Unificado.

Quer ver mais notícias de concursos? Acesse nosso canal no WhatsApp

A Anatel comunicou que realiza "contínua avaliação e discussão sobre a viabilidade", mas que mantém até o momento a data de 26 de maio para a prova. O concurso selecionará 50 pessoas para seis cargos diferentes, com salário de até R$ 16.413,35.

CNU SEGUE SEM NOVA DATA

O Concurso Nacional Unificado teria prova no último domingo (5), mas foi adiado dois dias antes pelo governo. A ministra de Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, disse que ainda não há uma nova data marcada e evitou fazer previsões.

Mais de 2,1 milhões de candidatos se inscreveram para o exame, que oferece 6.640 vagas em 21 órgãos ligados ao governo federal.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Federais

    Leia mais notícias de Federais. Clique aqui!

    Últimas Notícias