Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
COPA AMÉRICA

Gabriel Jesus é expulso e não vai reencontrar o Peru

Após a expulsão, Jesus vai virar desfalque da seleção brasileira

sábado, 03/07/2021, 10:06 - Atualizado em 03/07/2021, 10:13 - Autor: Com informações do UOL


Imagem ilustrativa da notícia Gabriel Jesus é expulso e não vai reencontrar o Peru
| Fernando Alves/Parceiro/Agência O Dia

Nesta sexta-feira (02), durante a partida das quartas de final da Copa América, Gabriel Jesus foi expulso na sofrida vitória por 1 a 0 contra o Chile e vai virar desfalque da seleção brasileira justamente no momento em que Tite mais sofre para encontrar uma formação ideal para seu ataque.

Cumprindo suspensão automática, ele não vai enfrentar o Peru na segunda-feira (5) pela semifinal e vai dar espaço para Gabigol voltar a mostrar para o comandante que merece uma oportunidade como titular.

Poucas vezes, Jesus teve um concorrente na sua perseguição como desta vez na seleção, até porque seu início nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 foi avassalador e o colocou como protagonista da vaga para a Rússia ao lado de Neymar. No Mundial, ele não conseguiu repetir o bom desempenho e sofreu para retomar a sequência representando o país.


Agora, ele verá das arquibancadas Gabigol tendo mais uma chance. Mesmo longe de repetir o bom desempenho que tem com a camisa do Flamengo, o atacante tem tido a paciência da comissão técnica para tentar entender quais os movimentos que precisa desempenhar no sistema tático da seleção.

Para se ter uma ideia, Gabigol viveu no mês passado a sua maior sequência de minutos jogados com a camisa da seleção brasileira mesmo tendo feito apenas um gol.

Como se não bastasse a advertência, Gabriel Jesus ainda atravessa um longo jejum sem balançar as redes vestindo a camisa verde e amarela. Seu último gol foi justamente diante do Peru, no dia 7 de julho de 2019, na final da Copa América, quando ele também foi expulso e colocou em risco a conquista da seleção. Naquela ocasião, ele se revoltou e até chutou o equipamento do VAR no Maracanã.

A comissão não se incomoda tanto com o jejum do atleta do City por entender que ele cumpre função tática importante ao ser deslocado mais para o lado. Não à toa, ele deu cinco assistências nesse período de oito partidas que ele não conseguiu balançar as redes.

Apesar disso, caso o jogo da seleção mostre uma evolução no sistema de criação e encaixe com a entrada de Gabigol, é provável que Tite mantenha o flamenguista entre os titulares e tire Jesus da lista dos que iniciam o jogo. O comandante nunca escondeu que é adepto da meritocracia na hora da escalação e procura com urgência um encaixe para seu ataque.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS