Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
ADEUS DO ÍDOLO!

Fábio não renova com o Cruzeiro e culpa gestão do Fenômeno

Ídolo cruzeirense atuou em 976 partidas com a camisa do Cabuloso, onde estava desde 2005

quarta-feira, 05/01/2022, 23:34 - Atualizado em 05/01/2022, 23:34 - Autor: FOLHAPRESS

Google News

Fábio chegou perto das mil partidas pelo Cruzeiro
Fábio chegou perto das mil partidas pelo Cruzeiro | (Foto: CONMEBOL)

O goleiro Fábio, 41, não deverá alcançar a marca de mil jogos com a camisa do Cruzeiro, que estava tão próxima. Ao menos não enquanto o clube for administrado pela gestão de Ronaldo Fenômeno. Nesta quarta (5), o jogador, que disputou 976 partidas pela equipe mineira, anunciou nas redes sociais que não terá o seu contrato renovado e aproveitou para se despedir do torcedor cruzeirense.

Fábio disse que tinha tudo acertado com o presidente Sérgio Rodrigues, mas que a administração da SAF (Sociedade Anônima do Futebol), encabeçada por Ronaldo, não quis a renovação do experiente arqueiro.

"A renovação do contrato foi acertada com o clube, através do presidente Sergio Rodrigues em novembro de 2021, que inclusive anunciou publicamente, faltando apenas as assinaturas dos documentos negociados. Mas esta nova administração não me deu mais essa opção", disse Fábio, em publicação no Instagram.

"Quero deixar claro que aceitaria a readequação ao novo teto salarial, mas essa nova administração também não me deu essa opção."

O goleiro também utilizou a postagem para criticar publicamente Paulo André, contratado por Ronaldo para ser gestor de futebol do Cruzeiro. O ex-zagueiro foi companheiro de Fábio no clube em 2015.

"A atual diretoria foi clara, que não deseja contar comigo desportivamente para 2022. Na reunião estava presente o diretor executivo Pedro Martins e Gabriel Lima, representando a atual gestão. Paulo André, que estava na sala ao lado, não teve sequer a consideração de me cumprimentar, sendo ele um ex-companheiro de clube", afirmou o arqueiro de 41 anos.

No fim de sua mensagem publicada no Instagram, Fábio disse que ele e sua família choraram com a notícia da não renovação com o Cruzeiro e agradeceu "976 vezes" aos torcedores cruzeirenses.

Após rápida passagem pelo clube em 2000, Fábio retornou ao Cruzeiro em 2005 para construir a trajetória que faria dele um dos maiores ídolos da história celeste.

Com o time de Belo Horizonte, conquistou sete Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019), dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014) e três Copas do Brasil (2000, 2017 e 2018), além de ter sido eleito o melhor goleiro nos Brasileiros de 2010 e 2013. Ele é o recordista de atuações no clube.

Na noite desta quarta-feira, o Cruzeiro publicou nas redes sociais um vídeo em homenagem ao goleiro.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS