Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
DEU LEÃO!

Neto Pessoa decide, Remo vence e está na final da Copa Verde

Atacante azulino marcou duas vezes e garantiu os azulinos na decisão contra o Vila Nova; Leão vai em busca de título inédito

sábado, 04/12/2021, 19:18 - Atualizado em 05/12/2021, 07:13 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

O Remo agora vai encarar o Vila Nova e a decisão está agendada ocorrer no Baenão
O Remo agora vai encarar o Vila Nova e a decisão está agendada ocorrer no Baenão | Fernando Torres

O Remo venceu o Paysandu por 2 a 0, na noite deste sábado (4), no Estádio Baenão, em Belém, em jogo da volta das semifinais da Copa Verde e garantiu vaga na final da competição regional, onde irá encarar o Vila Nova-GO. Neto Pessoa, novamente, foi o dono do jogo e balançou as redes duas vezes. O Papão dá adeus à temporada 2021.

Veja o que rolou de melhor no Lance a Lance:

Próximos compromissos:

O Remo volta a campo na próxima quarta-feira (8) para encarar o Vila Nova. O confronto está marcado para acontecer no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, conhecido como OBA, localizado em Goiânia. A partida acontece às 20h. A partida decisiva está marcada para ocorrer no Baenão, no próximo domingo (12), às 17h.

Primeiro Tempo:

A partida começou equilibrada, mas logo o Remo aumentou seu volume de jogo. O Paysandu tinha espaços deixados pelos azulinos, mas não aproveitava os contra-golpes. O Leão tinha pressa para abrir o placar, mas a equipe era lenta na transição. O Papão se fechava e conseguia roubar as bolas, mas não aproveitava os contra-ataques porque Jhonnatan e Ratinho mostravam dificuldades na saída de bola.

Aos 16 minutos, Marlon cobrou falta na área e Neto Pessoa, livre de marcação, fez de cabeça, abrindo o placar. Thiago Mafra deu carrinho de dois pés em Diego Matos aos 20 minutos. O bicolor, na hora de levantar, pisou no azulino. O que gerou muita reclamação. Aos 32 minutos, Danrlei deixou Fredson para trás e foi derrubado na área, mas árbitro não viu pênalti e mandou o jogo seguir.

A partida seguiu disputada, mas o Lobo, que não sentiu o gol rival, se ajustou melhor em campo e passou a rondar mais o ataque após adiantar seus blocos de marcação. Apesar disso, a dificuldade de penetração na zaga remista era grande e Vinícius quase não levou sustos. Os azulinos foram para o intervalo classificados para a final da Copa Verde.

Segundo Tempo:

O Remo mostrou cansaço na primeira etapa e voltou com três alterações para os últimos 45 minutos. Mesmo assim, o Paysandu voltou melhor, continuou rondando a área azulina, mas pecava no último passe. O Leão adiantou suas linhas e buscou respirar um pouco mais e conseguiu se ajustar em campo, dando poucos espaços para o Paysandu.

A partida equilibrou. O Paysandu conseguia chegar melhor, levando mais perigo ao gol de Vinícus. O Remo buscava articular mais as jogadas, mas se perdia no último terço do campo e o tempo foi passando. O Papão se atirou para o ataque, mas errava muito, enquanto que o Leão buscava acertar um contra-ataque e, quando tinha a bola, procurava valorizar a posse e fazer o tempo passar.

Aos 45 minutos, o árbitro marcou pênalti em Neto Pessoa após contra-ataque puxado por Ronald. Na sequência, uma confusão generalizada. Raimar foi expulso. A diretoria azulina entrou em discussão com a comissão técnica. No final das copas, Neto Pessoa marcou o segundo gol do Leão, classificando a equipe para a final da Copa Verde e assumindo a artilharia da competição.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS