Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
PERSONALIDADE

Atacante fala da obrigação do Paysandu em vencer Botafogo-SP

Marcelinho diz que Papão precisa melhorar o desempenho se quiser subir para a Série B do Brasileiro e revela já está apto para fazer sua estreia contra a equipe paulista, no próximo domingo (8)

quarta-feira, 04/05/2022, 23:06 - Atualizado em 04/05/2022, 23:05 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Marcelinho é uma das esperanças para o ataque
Marcelinho é uma das esperanças para o ataque | John Wesley/Paysandu

Na 11ª colocação da Série C do Brasileiro, o Paysandu soma três empates consecutivos. Os bicolores estão com um aproveitamento de 50%, mas que estão incomodando, principalmente o torcedor. Recém contratado, o atacante Marcelinho falou sobre o assunto e disse que se o Papão quiser alcançar o objetivo do acesso, é preciso melhorar. Ele destacou a necessidade de vitória no próximo domingo (8), contra o Botafogo-SP.

CT do Paysandu terá 5 campos, academia e piscina

“Para uma equipe que quer subir, temos que melhorar mais o aproveitamento. Ele está bom, mas pode ser melhor. Ainda não perdemos e vamos procurar continuar assim, sempre buscando as vitórias para melhorar nosso aproveitamento. Em jogo em casa, não podemos negociar pontos, temos que vencer, pegar confiança e embalar no campeonato. Nossa equipe está preparada para vencer com o apoio da nossa torcida. Vamos sair com os três pontos", enfatizou.

O Paysandu entra em campo às 19h do Dia das Mães, 8 de maio, onde recebe o Botafogo-SP, pela quinta rodada da Terceirona. Uma vitória coloca o Lobo novamente no G-8. O atacante disse estar pronto para fazer a estreia com a camisa alviceleste, falou um pouco sobre seu estilo de jogo e esperar ajudar o Papão na conquista do acesso.

“Estou bem fisicamente. Vinha treinando e jogando. Se o professor optar por mim, domingo estarei preparado para estar em campo. Faz uma semana e meia que joguei minha última partida, que foi contra o Criciúma. Gosto de atuar pelos lados do campo, mas já joguei centralizado. Vou me doar ao máximo e espero ajudar o Papão a subir para a Série B", finalizou.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS