Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
DE VOLTA PRA CASA

Paysandu precisa vencer Botafogo-SP na volta à Curuzu

O time bicolor faz hoje à noite a sua primeira partida na Curuzu nesta Série C.

domingo, 08/05/2022, 07:48 - Atualizado em 08/05/2022, 16:13 - Autor: Tylon Maués

Google News

Esse será o primeiro jogo do Paysandu na Curuzu após receber punição da Justiça Desportiva.
Esse será o primeiro jogo do Paysandu na Curuzu após receber punição da Justiça Desportiva. | John Wesley/Paysandu

Ao entrar em campo hoje à noite para enfrentar o Botafogo-SP, em jogo válido pela quinta rodada da Série C, o Paysandu fará sua estreia jogando em casa no Campeonato Brasileiro. Por causa de uma punição na Justiça Desportiva, o Papão teve que jogar as duas partidas que teve como mandante neste ano em Paragominas, no estádio Arena do Município Verde, que em nenhum dos jogos teve sequer metade de sua lotação. Hoje, a expectativa de todos no clube é que o Leônidas Castro esteja lotado, inclusive para ver a possível estreia de dois novos reforços.

Entre os jogadores, ninguém negou que voltar para casa tem um sabor diferente, com um estádio com ares de caldeirão que funciona como 12º jogador a favor do Papão. “Tenho certeza que jogar na Curuzu nos dá uma força a mais. Nosso estádio sempre é muito importante para todos nós nas partidas”, comentou José Aldo.

O zagueiro Lucas Costa terá a oportunidade de, desde que chegou ao clube, fazer uma partida na Curuzu. Ele lembrou que já esteve no estádio apenas como adversário e que está ansioso pela oportunidade de usufruir da torcida bicolor a seu favor. “Vivo uma expectativa muito grande de jogar aqui na Curuzu com a camisa do Paysandu. Já estive aqui atuando contra e sei da força da torcida. Eu quero sentir essa vibração a meu favor”.

O técnico Márcio Fernandes deve mandar a campo basicamente a equipe que esteve em campo no empate em 1 a 1 com o Ypiranga-RS. Mas existe a possibilidade do novo contratado Marcelinho aparecer no ataque, já que vinha em atividade no Londrina-PR e o time se ressente de um atacante de velocidade pelos lados.

Já o centroavante Danrlei deve figurar mais uma vez no banco de reservas. Ele voltou ao time na semana passada, após um longo período de recuperação e uma lesão, mas não se encontra ainda numa melhor condição física. O atacante paraense sabe que o time ficou devendo quanto às finalizações, mas mostra confiança nessa melhora o quanto antes.

“Sabemos das nossas responsabilidades ali na frente. Felizmente, o time tem um poder de criação muito bom desde o início da temporada. Ainda precisamos caprichar mais em algumas jogadas, aquele último toque, mas temos jogadores com muita qualidade no grupo”, disse. “Tenho certeza que vamos melhorar nesse ponto para que possamos aproveitar mais as oportunidades que criamos ao longo das partidas”, finalizou Danrlei.

Time terá reforços para voltar a vencer

Marcelinho está com ritmo de jogo e deve ser acionado logo de cara contra o Botafogo

 

Marcelinho está com o ritmo do jogo e deve ser acionado para a partida contra o Botafogo-SP.
Marcelinho está com o ritmo do jogo e deve ser acionado para a partida contra o Botafogo-SP. | Jorge Luis Totti/Paysandu
  

Dos três novos reforços contratados nesta semana que passou, apenas o atacante Pipico não ficou à disposição. O lateral-direito Leandro Silva e o atacante Marcelinho tiveram os nomes publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Dos dois, Marcelinho veio em ritmo de jogo, pois estava sendo aproveitado no Londrina-PR, mesmo atuando pouco.

“Fisicamente estou bem. Estava treinando e jogando, se o professor quiser eu estou preparado para domingo. Tive um 2021 muito bom e espero repetir esse desempenho esse ano. O Paysandu acreditou em meu trabalho e espero reeditar esse bom futebol para retribuir o que estão fazendo por mim”, afirmou Marcelinho, que deixou claro a forma como gosta mais de atuar. “Gosto de atuar mais pelos lados, mas já atuei mais centralizado. Ali na frente posso jogar em qualquer posição. Estaremos em casa e precisamos vencer. A equipe está preparada para, com o apoio da torcida, chegar aos três pontos”.

Para Leandro Silva, o Paysandu tem que aproveitar a oportunidade de voltar a jogar diante de sua torcida, que promete estar em peso na Curuzu. Conhecedor da força do Papão em casa, o lateral-direito sabe que no Leônidas Castro mesmo times de melhor campanha passam a ter uma dificuldade a mais. “Com todo respeito ao Botafogo-SP, mas estaremos em casa, diante de nossa torcida e precisamos vencer para ficarmos nas primeiras colocações. Será muito difícil, teremos que saber jogar diante de nossa torcida”.

Depois de três empates seguidos, o Paysandu se manteve invicto na competição, mas perdeu espaço para os adversários e saiu do G8. Com seis pontos, o Papão ocupa a 11ª colocação, a quatro pontos do líder Mirassol-SP. Como a competição ainda está no início, ninguém conseguiu se desgarrar, mas a ordem na Curuzu é não deixar os adversários abrirem uma diferença considerável de pontos.

É o que prega um dos novos reforços do Paysandu. “Não é um aproveitamento ruim, mas é preciso melhorar mais ainda para poder pensar em subir. Não perdemos ainda, mas é importante mais vitórias”, observou Marcelinho.

REABILITAÇÃO

Adversário vem confiante na reação

O Botafogo-SP veio a Belém em busca de reabilitação na Série C. Na última segunda-feira, a equipe de Ribeirão preto (SP) perdeu para o Floresta-CE por 1 a 0, em jogo no estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara. De acordo com o capitão da equipe, o volante Fillipe Soutto, o que não faltaram foram conversas dentro do elenco após essa partida.

“Conversamos internamente como ocorre sempre após as partidas. A assimilação da derrota só pode ser provada com uma vitória no próximo jogo. Então, o nosso compromisso interno já é de se recuperar na próxima rodada. Estamos fazendo tudo o que podemos para chegarmos bem preparados para reverter esse momento”, disse.

O meia Lucas Delgado sabe o que o tricolor deve ter pela frente hoje à noite, mas mostra confiança em surpreender como visitante. “Sabemos que será uma partida difícil, ainda mais jogar contra uma torcida forte, porém estaremos concentrados o jogo todo após treinamentos fortes ao longo da semana”.

Antes mesmo de chegar a Belém, o técnico Leandro Zago deixou claro que seu time vai jogar para cima, independente de ser dentro ou fora de casa. “Estamos tomando iniciativas quando as equipes virem jogar em casa, apesar de não ser nosso mando. O Botafogo joga sempre para vencer, respeitando as equipes, mas nosso trabalho tem o objetivo maior que é conquistar o acesso”.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS