Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
ANÁLISE

L. Carvalho e um recomeço no Remo, que faz aposta arriscada

Bases salariais e tempo de contrato foram definidos e chegada de atacante ao Baenão é aguardada. Será que reforçar o ataque era a prioridade no Leão Azul? O tempo dirá se a diretoria acertou ou errou.

terça-feira, 14/06/2022, 23:40 - Atualizado em 15/06/2022, 00:02 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Leandro Cachaça vai dar certo no Leão?
Leandro Cachaça vai dar certo no Leão? | Tiago Caldas / CNC

Leandro Carvalho vai dar certo no Clube do Remo? Isso só o tempo irá dizer. Cria da base do Paysandu, o atacante de 27 anos é talentoso, porém, polêmico. Inclusive, já há um áudio dele falando sobre sua camisa no Leão Azul, onde escolheu o número 89, ano de fundação da principal organizada do clube e, claro, decisão com base no sarcasmo, provocando o outro lado da Avenida Almirante Barroso, como fazia antigamente, onde chegou a chamar o Filho da Glória e do Triunfo de "time pequeno".

As negociações do jogador com a cúpula azulina já foram encerradas e o anúncio deve acontecer nos próximos dias. Ele estava no Náutico e chega através de empréstimo, junto ao Ceará, com o contrato até o final da temporada. Segundo o staff do "Cachaça", como é conhecido, os azulinos pagarão R$ 50 mil e o Vozão arcaram com o restante do salário do jogador, pagando R$ 70.

Outra pergunta que não quer calar: é uma contratação realmente necessária, olhando para o histórico de Leandro? Ele se profissionalizou em 2014 no Paysandu, passou pela Penapolense por empréstimo, voltou para o Lobo e saiu, novamente emprestado, desta vez para o Ceará. Teve um início promissor, caiu nas graças da torcida, chamou a atenção do Botafogo e foi para o Rio de Janeiro.

Desde esse momento, a estrela do jovem paraense se apagou. Leandro Carvalho sempre teve problemas extracampo, o que o deixou sua carreira instável. Passou por América-MG, Al-Qadisiya, da Arábia Saudita, voltou para o alvinegro cearense e chegou ao Náutico. Sem sucesso nas equipes, negociou sua volta ao Papão no início de 2022, mas a diretoria recuou na negociação.

Agora, chegará em um Remo pressionado, desorganizado e precisando dar respostas imediatas ao seu torcedor. A campanha da equipe na Série C do Brasileiro é irregular. Cinco vitórias, quatro derrotas e um empate. O Leão apresenta deficiências, principalmente nos setores defensivos e de meio de campo, tendo o ataque seu melhor ponto. A contratação de Leandro Carvalho é realmente necessária?

Vale lembrar que o meia Felipe Gedoz não permaneceu no Baenão por vários motivos, mas o principal eram os problemas fora de campo. A diretoria mostra incoerência nesse quesito, já que traz um jogador com histórico problemático. É aguardar para ver se Paulo Bonamigo, ou algum provável substituto, vai conseguir ajustar a equipe e encaixar o atacante, que chega para ser titular, principalmente por conta do alto salário.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS