Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
ECONOMIZE

Atente para cinco hábitos que deixam seu carro gastão

Conheça os maiores vilões no consumo de combustível de um veiculo.

segunda-feira, 30/08/2021, 13:19 - Atualizado em 30/08/2021, 13:19 - Autor: Com informações do UOL


O temor de andar de carro e ficar sem combustível é proporcional ao de ficar sem dinheiro para comprar o líquido neste momento tão precioso
O temor de andar de carro e ficar sem combustível é proporcional ao de ficar sem dinheiro para comprar o líquido neste momento tão precioso | Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um dos maiores problemas atuais dos motoristas é o preço da gasolina. Com o aumento estrondoso do valor dos combustíveis, que em alguns lugares chega a custar sete reais o litro em algumas regiões do Brasil, a preocupação em reduzir o consumo virou questão de sobrevivência para muitos.

Veja algumas dicas, com práticas e hábitos que podem ser adotas no dia a dia e acabam por elevar o consumo e você nem se dá conta. Abaixo cinco exemplos e aproveite cada gota do líquido que vai no tanque do seu carro.

1 - Andar sempre com tanque cheio ou na reserva

Para a saúde do carro não é interessante manter sempre o tanque cheio ou rodar na reserva, essas práticas contribuem para elevar o consumo. O ideal é parar o abastecimento assim que o gatilho for desarmado.

Vale lembrar que rodar com o tanque na capacidade máxima reduz a eficiência do veículo e danifica o cânister. Quanto mais peso houver a bordo, maior será a quantidade de combustível necessária para percorrer determinada distância.

Já deixar o tanque constantemente na reserva, tem risco de pane seca.

2 - Rodar muito pouco a cada dia

O carro que roda pouco pode "beber" mais a cada quilômetro rodado, tudo em decorrência da temperatura que o motor atinge para o calor expandir os componentes internos e, assim, proporcionar condições ideais de funcionamento e lubrificação.

3 - Deixar de usar o ar-condicionado na estrada

De acordo com o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária), o ar-condicionado pode aumentar em 20% ou até mais o consumo, pois o compressor do equipamento é acionado por correia ligada ao motor.

Sobre desligar o ar em dias  quentes e abrir os vidros, principalmente em rodovias, é uma péssima opção, já que a turbulência de ar que entra na cabine acaba exigindo mais esforço do motor para manter o veículo em movimento, elevando o consumo até mais do que se você mantivesse a climatização ligada com os vidros fechados.

4 - Exagerar nos acessórios eletrônicos

O uso de equipamentos de som, alarmes e outros dispositivos demandam mais energia do que prevê o projeto do veículo, e alguns desses acessórios continuam ativos mesmo quando o automóvel está desligado.

O efeito mais óbvio é a redução da vida útil da bateria, que passa a reter cada vez menos carga e pode "arriar".

5 - Trocar óleo só de acordo com quilometragem

Trocar o óleo do motor e o respectivo filtro dentro da quilometragem estipulada no manual do proprietário é uma orientação básica para você evitar gastos não previstos e eventualmente elevados.

Após determinado período, os componentes do óleo se degradam e sua capacidade lubrificante fica comprometida, elevando o atrito de componentes internos do motor - e, consequentemente, o consumo. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS