plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 33°
cotação atual R$


home
ATENÇÃO!

CNH mudou? Saiba tudo sobre a nova categoria A1

A nova categoria da CNH passou a aparecer nos documentos emitidos a partir de junho de 2022 e ainda coloca muitas dúvidas entre os motoristas brasileiros

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia CNH mudou? Saiba tudo sobre a nova categoria A1 camera Em um período de 10 anos, de 2010 a 2020, o número de CNHs em atividade aumentou em cerca de 38% no Brasil. | @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Atualmente, uma das grandes dúvidas de muitos brasileiros é: o que significa a NOVA CATEGORIA A1 da CNH? Nos últimos anos, os representantes do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) confirmaram diversas alterações no documento, e uma delas foi justamente a criação da categoria A1, que é voltada para um seleto grupo de motoristas.

VEJA TAMBÉM:

Carteira de habilitação pode ser suspensa por dívidas? Veja!

Como a CNH de categoria A1 ainda é uma grande novidade, o fato de muitos condutores brasileiros terem ficado confusos quanto à sua utilização não deve ser encarado como uma surpresa. Por outro lado, abaixo, você pode conferir todas as informações mais importantes sobre a categoria A1 da CNH: quais veículos ela engloba, quais são suas principais características e quais motoristas podem solicitá-la; veja!

Você sabia que, atualmente, cerca de 74 milhões de brasileiros estão aptos a dirigir? Pelo menos, é isso que afirma um estudo do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Ministério da Infraestrutura, divulgado em meados do ano passado.

Ainda de acordo com o levantamento, em um período de 10 anos, de 2010 a 2020, o número de CNHs em atividade aumentou em cerca de 38%, saltando de 53,9 milhões para 74,3 milhões.

O número impressiona ainda mais quando é comparado ao crescimento da população brasileira em geral, superando em 18% a métrica em questão.

Nesse sentido, surge a dúvida: afinal de contas, quem tem a permissão de tirar a CNH no Brasil? Para emitir o documento, os brasileiros devem cumprir diversos requisitos – e passar nas aulas da autoescola é somente um deles. Abaixo, você pode conferir a lista completa:

Ter mais de 18 anos;

Saber ler e escrever (ser alfabetizado);

Possuir carteira de identidade ou equivalente;

Possuir CPF;

Completar todas as aulas práticas e teóricas;

Passar no exame de habilitação.

A1 é uma nova categoria da CNH

Para quem não conhece, a nova categoria da CNH passou a aparecer nos documentos emitidos a partir de junho de 2022, já no modelo da “nova Carteira Nacional de Habilitação”.

A inclusão da categoria A1, é claro, causou muitas dúvidas entre os motoristas brasileiros. Os principais questionamentos levantados pelos condutores envolvem os tipos de veículos englobados na categoria, e a potencial obrigatoriedade de trocar o documento.

Desse modo, para quais motoristas da categoria A1 da CNH está valendo? Para saber a resposta, você deve conferir, primeiramente, as categorias já existentes na Carteira Nacional de Habilitação. São elas:

Categoria ACC: Veículo de duas ou três rodas, providos de um motor de combustão interna, cuja cilindrada não exceda a cinquenta centímetros cúbicos (3,05 polegadas cúbicas) e cuja velocidade máxima de fabricação não exceda a cinquenta quilômetros por hora;

Categoria A: Veículo motorizado de duas ou três rodas, com ou sem carro lateral (motos, motonetas, triciclos, etc);

Categoria B: Veículo motorizado, não incluído na categoria A, cujo peso total não exceda a três mil e quinhentos quilos e cuja lotação não exceda a oito lugares, excluído o do motorista (carros de passeio);

Categoria C: Veículo motorizado utilizado em transporte de carga, cujo peso bruto total exceda a três mil e quinhentos quilos (caminhão);

Categoria D: Veículo motorizado utilizado no transporte de passageiros, cuja lotação exceda a oito lugares, excluído o do motorista (ônibus);

Categoria E: Combinação de veículos em que a unidade tratora se enquadre nas categorias B, C ou D e cuja unidade acoplada, reboque, semirreboque ou articulada, tenha seis mil quilos (ou mais) de peso bruto total; ou cuja lotação exceda a oito lugares, ou, ainda, seja enquadrado na categoria trailer (carretas e ônibus articulados).

Qual é a diferença entre a categoria A e A1 da CNH?

Como você pôde perceber na lista que mostramos acima, as categorias A e ACC da Carteira Nacional de Habilitação se referem a veículos de duas ou três rodas. O mesmo pode ser dito sobre a categoria A1, pouco conhecida na nova CNH.

Quando a categoria A1 começou a aparecer no novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação, alguns sites especializados disseram que a categoria seria relacionada às motos de até 125 cilindradas.

No entanto, isso não é verdade! A categoria A1 da CNH realmente se refere às motos, mas não tem qualquer relação com o número de cilindradas dos veículos. Na verdade, a criação dessa categoria está intimamente ligada à Convenção de Viena, um acordo internacional – do qual o Brasil é signatário – que serve para deixar o trânsito viário mais prático e seguro.

Dessa forma, com a implementação da nova versão do documento, a Carteira Nacional de Habilitação troca suas especificações próprias pelo padrão internacional de categorias. Um dos principais objetivos da mudança, em outras palavras, é garantir que os brasileiros possam utilizar a CNH no exterior (apenas nos países que também são signatários da Convenção de Viena).

Em outros países, é importante lembrar, a categoria A1 da CNH possui outras características. Em Portugal, por exemplo, ela pode ser solicitada por pessoas com mais de 16 anos que desejam conduzir motocicletas de até 125 cilindradas, com potência máxima de 11 kW.

Veja também: Desenrola Brasil é sucesso: programa limpou nome de 2 milhões em 5 dias, PARTICIPE

Para a categoria A1, é obrigatório trocar a CNH?

Por fim, devemos lembrar que, pelo menos até o momento, os motoristas brasileiros não são obrigados a trocar a Carteira Nacional de Habilitação tradicional pelo novo modelo, que já vem com a categoria A1 incluída.

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito, a troca da “antiga” CNH pela nova versão do documento é realizada de maneira gradual em todo o Brasil.

Nesse sentido, os motoristas não precisam se preocupar: para trocar a Carteira Nacional de Habilitação, é só ficar de olho no prazo original de vencimento do documento.

A partir daí, seguindo todas as datas incluídas no documento, os motoristas poderão garantir acesso à nova versão da CNH na próxima renovação.

Sob o mesmo ponto de vista, os condutores podem emitir tanto a versão física do documento quanto sua contraparte digital (que oferece diversos recursos para os motoristas).

A troca, em conclusão, é realizada nas unidades regionais do Detran. Para saber quando (e como) fazer a sua, é só entrar em contato com o Detran da sua região e marcar o atendimento. Não perca tempo, já que conduzir veículos com a CNH vencida é uma infração de natureza gravíssima.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Notícias Brasil

    Leia mais notícias de Notícias Brasil. Clique aqui!

    Últimas Notícias