Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
OPORTUNIDADE

Loja Magalu abre curso gratuito de TI para mulheres

Quarta edição do curso tem 50 vagas para bolsistas de qualquer parte do Brasil

sexta-feira, 18/03/2022, 08:13 - Atualizado em 18/03/2022, 09:45 - Autor: Com informações do Ig

Google News

O curso está na quarta edição e irá oferecer 50 bolsas de estudos.
O curso está na quarta edição e irá oferecer 50 bolsas de estudos. | Reprodução

O Magalu abriu ontem  (17) as inscrições para o <Luiza Code>, programa de aceleração da carreira de  mulheres na tecnologia.  O curso está na quarta edição e irá oferecer 50 bolsas de estudos para formação em Node.js - tecnologia capaz de construir sites, aplicativos e operar serviços. Como nas outras edições, parte das vagas é destinada ao público interno da empresa, sendo que 50% das bolsas são para mulheres negras. As inscrições estarão abertas até 24/03 pelo site da empresa .

“Iniciamos mais um ano com esse projeto super importante para a companhia, em que preparamos, de forma gratuita, mulheres para o mercado de trabalho de tecnologia, que sofre com alta demanda de profissionais”, diz Patricia Pugas, diretora executiva de gestão de pessoas do Magalu.  

IBGE oferece oportunidades com salário acima de R$ 3 mil

Clique aqui e veja a lista dos pré-selecionados do Fies 2022

A presença de mulheres na área de tecnologia da informação ainda é baixa. De acordo com uma pesquisa realizada pelo PretaLab e Thoughtworks, elas representam apenas 30% dos trabalhadores do setor de tecnologia. Com Luiza <Code>, o Magalu oferece oportunidades para que mulheres de todo o Brasil aprendam a programar e possam iniciar carreira nessa área. 

O curso terá 100 horas de conteúdo online, elaborado pelo time de profissionais do Luizalabs, o setor de tecnologia do Magalu. Dessa forma, as alunas podem adaptar o programa à sua rotina, mas também têm acesso a interações com os professores em tempo real.   

O Luiza <Code> chega em sua quarta edição com mais de 300 alunas formadas e parte delas contratadas para integrar o time de tecnologia da empresa. Todas as participantes do Luiza Code, que tiverem interesse, podem participar de um processo seletivo para se tornar desenvolvedora no Magalu. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS