Diário Online
MITO OU VERDADE

Sexo alarga vagina? Ginecologistas explicam fala de Ludmila

Funkeira chegou a ser acusada de preconceito e reprodução de machismo após rebater uma crítica.

segunda-feira, 31/05/2021, 10:56 - Atualizado em 31/05/2021, 10:56 - Autor: Com informações do UOL


Ludmilla ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter após rebater um comentário de forma polêmica.
Ludmilla ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter após rebater um comentário de forma polêmica. | Reprodução

Eita, que o nome de Ludmilla ficou entre os termos mais comentados no Twitter na madrugada do último domingo (30). Tudo isso, após ela rebater a crítica de uma seguidora. As informações são do UOL.

O comentário feito por Ludmilla gerou polêmica e a cantora chegou a ser acusada de preconceito e reprodução de machismo após ela afirmar, em tom de piada, que a mulher teria a vagina "larguíssima" por supostamente fazer sexo desde a adolescência.

Gabi Brandt beija filho na boca e é duramente criticada

A funkeira respondeu em uma publicação que dizia que suas músicas tinham "vibes menina de oitava série".

"Nossa, se na oitava série sua pussy [vagina, em inglês] já matava rindo, deve estar larguíssima hoje em dia", fazendo referência à música "Rainha da Favela", que tem no refrão a frase "my pussy [minha vagina] mata rindo"", disse Ludmilla.

Caso de técnico com mulher de diretor teria causado demissão

O comentário da funkeira foi alvo de críticas de anônimos e famosos, como a ex-BBB Lumena Aleluia e a influenciadora Andreza Delgado.

"Lud que comentário fenotipicamente complicado! Sou sua fã, achei que ao me criticar no BBB, poderia encontrar em vc uma referência para aprendizados, mas esse BO aí ficou difícil de entender!" (sic), disse a ex-BBB Lumena.

Já a influenciadora Andreza Delgado criticou a postura da funkeria. "E antes que alguém fale merda, eu sou fã do trabalho da Ludmila, mas é complicado esse tipo de postura, pq é igualzinha dos cara que fica falando merda de mulheres que exerce sua sexualidade e dá para quem quer" (sic), explicou. 

"Putz militou erradíssimo Lud, desde quando relação sexual alarga? Pensamento machista miga" (sic), escreveu a internauta Amanda Santos.

MITO OU VERDADE?

Mas, afinal, sexo com penetração alarga a vagina? Segundo as ginecologistas Carolina Ambrogini e Larissa Flossi, a afirmação de Ludmilla não é verdadeira!

Ambrogini afirma que é mito que o sexo com penetração faça a vagina ficar mais larga com o tempo. Ela explica que existem modificações anatômicas ao longo dos anos, mas estão mais relacionadas a outros fatores, como a perda de colágeno e ao número de partos naturais, por exemplo.

Larissa Flossi também reforça que é falsa a ideia de que qualquer atividade sexual interfira na largura ou tônus da vagina. As ginecologistas veem preconceito e reprodução de machismo na fala da cantora.

Ambrogini ressalta que "o sexo é muito mais do que penetração" e que a fala de Ludmilla "cai naquele preconceito de que a mulher que gosta de sexo é vagabunda, o que é extremamente machista".

Para Larissa Flossi, trata-se de um juízo de valor repetido há anos e o comentário de Ludmilla "reflete o machismo que reproduzimos contra mulheres que 'transam muito', para que se sintam constrangidas de transar o quanto elas quiserem. E a afirmação se torna ainda mais problemática vinda da Ludmilla, que se posiciona no movimento feminista".

Ludmilla rebateu

Após uma onda de comentários negativos, Ludmilla voltou ao Twitter dizendo que as críticas são "de algumas pessoas cheias de ódio" e que tudo o que ela faz é problemático para algumas pessoas.

Veja!




Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS