Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
"LEI AUMIGA"

Novo código impacta de forma positiva no bem-estar animal

Lei que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, estabelecendo normas para a proteção, defesa e preservação dos animais em todo o território paraense, foi sancionada pelo governador do Pará, Helder Barbalho

segunda-feira, 16/05/2022, 18:06 - Atualizado em 16/05/2022, 18:04 - Autor: Paula Marrocos

Google News

Imagem ilustrativa da notícia Novo código impacta de forma positiva no bem-estar animal
| ( Reprodução )

A nova lei que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, estabelecendo normas para a proteção, defesa e preservação dos animais em todo o território paraense, foi sancionada pelo governador do Pará, Helder Barbalho, na última sexta-feira (13). Com isso, se tornou ainda mais necessária a discussão do impacto positivo desta lei, ao bem-estar dos animais. 

Helder aprova lei que proíbe fogos com barulho no Pará

Para Michelly Vasconcelos, médica veterinária, que atua há 14 anos no atendimento aos animais, a lei estadual nº 9.593, irá influenciar de forma muito positiva na "desconstrução" da sociedade, em relação aos fogos de artifício com estampidos, que é o destaque na nova regra. 

"O barulho dos fogos gera estresse alto nos animais, podendo causar até convulsões. Outros fogem e se machucam. Infelizmente, a consequência disso, são os muitos registros de mortes desses bichinhos", disse a veterinária, que destacou também, como exemplo, o caso dos pássaros na época do Círio de Nazaré, em Belém. "Por causa dos fogos, vários pássaros morrem no período das festas do Círio. O nível de estresse é tão alto que causa uma parada cardíaca nos animais e a morte súbita", completou.

Leia também: 

Terapia com música; Auxílio para várias situações

Michelly enfatizou a importância de iniciativas como essa, do governador Helder Barbalho, ao sancionar a lei. "Isso com certeza afeta de forma muito positiva a diminuição do estresse desses animais, menos problemas cardiovasculares, aumento da longevidade, além, claro, da diminuição dos óbitos", afirmou a médica. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS