Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
ATENÇÃO!

Beneficiários do CadÚnico devem atualizar o cadastro

As famílias estão sendo convocadas por extrato bancário ou carta para atendimento. Em Belém, a movimentação na central de atendimento tem sido intensa. Cadastro garante acesso a diversos programas sociais

terça-feira, 17/05/2022, 07:36 - Atualizado em 17/05/2022, 09:33 - Autor: Wesley Costa

Google News

Na capital, a central do CadÚnico tem registrado grande movimento de beneficiários
Na capital, a central do CadÚnico tem registrado grande movimento de beneficiários | Celso Rodrigues - Diário do Pará

Segundo o Ministério da Cidadania, cerca de 8 milhões de famílias deverão atualizar as informações junto ao Cadastro único (CadÚnico), para assegurar direito aos benefícios do Governo Federal como, por exemplo, o Auxílio Brasil, Benefício de Prestação Continuada (BPC); Tarifa Social de Energia (TSEE), Vale Gás, entre outros. O período para fazer a atualização vem sendo determinado pelo próprio governo, por meio de convocação em extrato bancário ou carta.

Vale Gás: veja se ainda tem direito e como sacar o benefício

Em Belém, a Prefeitura, por meio da Fundação Papa João XXIII (Funpapa), disponibiliza 12 postos de atendimento ao público. A coordenadora da Central do CadÚnico da cidade, Dayse Penafort, lembra que desde o início da pandemia os processos estavam suspensos. Por isso, é necessário que os beneficiários fiquem atentos às convocações dos grupos divididos em revisão e averiguação. “Ficamos esse tempo todo sem o bloqueio e sem cancelamento de benefícios. Esses dois processos, de averiguação e revisão cadastral, foram retomados recentemente, no dia 8 de março, e só terminam ano que vem. Mas é essencial que os beneficiários atentem para os chamados dentro do prazo e assim, evitem aquelas filas enormes que sempre ocorrem quando um grupo chamado anteriormente acaba vindo no mesmo período de outros”, diz.

A coordenadora explica as diferenças entre os processos. “O público da averiguação cadastral são aquelas famílias cujo Governo Federal fez batimento com as bases administrativas e identificou inconsistência de renda. Já o público da revisão é aquele que está há mais de dois anos sem atualizar cadastro. Vale ressaltar que, sem a atualização, a pessoa corre o risco e ter inicialmente seu benefício bloqueado e posteriormente cancelado, frisou.

A porta-voz lembra ainda que há possibilidade do beneficiário ser convocado mais de uma vez para fazer a averiguação ou revisão. “O fato da pessoa vir hoje atualizar e se, por algum motivo, ainda aparecer inconsistência de renda, esse benefício vai ser bloqueado de novo. Então, o familiar responsável por atualizar o cadastro não pode ficar com inconsistência. Ele tem que declarar todo o seu perfil socioeconômico para não cair novamente nos processos”, reforça Dayse.

MOVIMENTO

Ontem (16), a movimentação na Central de Atendimento do CadÚnico, localizada no bairro Parque Verde, foi intensa durante toda a manhã. Para não correr o risco de ter o cadastro cancelado, a beneficiária do BPC, Fernanda Queiroz, 38 anos, atendeu ao chamado e destacou a importância do programa. “É um dinheiro que ajuda muito, principalmente na compra de alimentos e medicações do meu filho. É pouco dinheiro, mas é algo certo. Então, quem também precisa não pode perder esse prazo e quanto mais cedo vir é melhor”, diz.

Em Belém, as centrais de atendimento funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Vale lembrar que existe uma programação da revisão dos cadastros e que, por isso, somente as famílias com cadastros atualizados pela última vez em 2016 ou em 2017 serão convocadas para atualizarem seus dados no Cadastro Único em 2022. As famílias que tiveram seus dados atualizados em anos seguintes serão convocadas de acordo com o período estipulado pelo Governo.

Por regra, o Ministério da Cidadania reforça que as famílias devem atualizar as informações a cada dois anos, ou sempre que houver alterações na composição familiar, no endereço ou na situação de trabalho e renda dos membros. Famílias beneficiárias do Auxílio Brasil receberão mensagens no extrato de pagamento e pelo aplicativo do programa. Já os beneficiários da TSEE podem receber comunicados por mensagem na conta de energia elétrica.

programas

cadúnico

l Auxílio Brasil

l Casa Verde e Amarela

l Aposentadoria para pessoa de baixa renda

l Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental

l Carta Social

l Carteira do Idoso

l Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais

l Isenção de Taxas em Concursos Públicos

l Passe Livre para pessoas com deficiência

l PETI – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil

l Programa Brasil Carinhoso

l Programa de Cisternas

l Pro Jovem Adolescente

l Tarifa Social de Energia Elétrica

l Telefone Popular

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS