Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
BOA MESA

Delícias do Festival Estrela Azul continuam até o fim do mês

Circuito gastronômico que está em sua sexta edição e terminaria domingo foi prorrogado até o próximo dia 29. Prazo maior para conhecer o menu especial dos restaurantes mostra o sucesso da promoção do DIÁRIO

sexta-feira, 20/05/2022, 07:45 - Atualizado em 13/07/2022, 16:59 - Autor: (Luiz Flávio/ Diário do Pará)

Google News

Restaurantes que participam do Festival Estrela Azul comemoram o aumento na circulação de clientes
Restaurantes que participam do Festival Estrela Azul comemoram o aumento na circulação de clientes | Antonio Melo/Diário do Pará

Trinta dias foi pouco para aproveitar tanto sabor. O sucesso foi tamanho que o Diário do Pará, a pedido de muitos estabelecimentos e consumidores, decidiu prorrogar por mais alguns dias o Festival Estrela Azul 2022, maior e mais concorrido festival gastronômico do Pará. O evento, que está na sua sexta edição e que encerraria domingo, será prorrogado até domingo, dia 29, em mais de 30 restaurantes na capital, de variados segmentos da gastronomia.

O festival começou no último dia 24/04. Cada um dos restaurantes elaborou um cardápio exclusivo para o evento, desenvolvido por seus conceituados chefs, composto por entrada, prato principal e sobremesa ao preço de R$ 69,90. E este ano o festival está apoiando duas iniciativas na responsabilidade social: a cada cardápio vendido, R$ 1,00 real será destinado às ong’s “AuFamily’ e “Peludinhos”, que dão abrigo para animais abandonados.

Festival Estrela Azul é opção para aproveitar o domingo

Rita Helena Vidal de Oliveira, proprietária do Pastel Pai d’égua achou ótima a ideia de prorrogação do festival, que ajudou bastante o estabelecimento nas últimas semanas. A pastelaria também comercializa caldos e massas num shopping de Ananindeua.

“Conseguimos aumentar nosso ticket médio, o que já é excelente! Não estamos vendendo a quantidade de menus como no ano passado, mas a aceitação está sendo boa”, ressalta, afirmando que o restaurante já tinha vendido algo em torno de 30 pratos até o meio da semana passada.

Ela comemora o fato do festival se consolidar como um avento anual da gastronomia paraense. “É muito válido para que o público possa conhecer mais dos restaurantes participantes. O festival ganhou credibilidade e vem, a cada ano, tomando mais corpo, se solidificando”, diz a empresária, que vende um cardápio bem regionalizado, tendo como base pastéis de tacacá, vatapá e maniçoba, entre outros gourmets e tradicionais.

SOPRANO RESTÔ

Ibrahin Dahás, gerente geral do Soprano Restô, especialista em comida contemporânea, ressalta que a grande importância do festival é a criação de um novo público para o setor gastronômico da cidade, além de alavancar as vendas nos estabelecimentos em dias de menor movimento, como segundas, terças e quartas-feiras.

Ele conta que o restaurante está comercializando uma média de 10 a 15 menus ao dia, o que considera acima da média e afirma ser excelente a ideia de prorrogar por mais uma semana o evento, “do qual sempre participamos porque qualquer iniciativa para divulgar a nossa gastronomia é muito válida”.

O gerente lembra que a gastronomia foi o segmento que mais sofreu durante a pandemia. “Estamos fazendo o possível e o impossível para mantermos nossos negócios de pé. Esperamos que daqui para frente tudo possa voltar ao normal. Agradecemos muito pela iniciativa do DIÁRIO”, diz o empresário, que também gerencia o restaurante Maria Belém Gastrobar, que funciona num shopping da avenida Padre Eutíquio e tem como especialidade a cozinha amazônica.

Circuito ajuda a alavancar movimento nos restaurantes

VISIBILIDADE

Jonnys Moraes, gerente de marketing do Armazém da 25, ressalta a importância do Festival Estrela Azul 2022 na valorização do comércio local que, por tabela, acaba alavancando outros negócios na cidade. “Mais do que resultados em vendas, o festival traz uma grande visibilidade para nossa casa, através do grande alcance que o evento tem entre o público consumidor”, atesta.

Ele diz que o restaurante se sente lisonjeado em participar do circuito, sendo “de extrema honra e gratidão poder fazer parte junto a tantas outras empresas genuinamente paraenses, em prol do crescimento da gastronomia local e sobretudo a da gastronomia regional do qual a nossa casa valoriza”.

FAMIGLIA SICILIA

A chef Ângela Sicilia, do restaurante Famiglia Sicília, diz que o festival sempre movimenta o restaurante e permite que toda a equipe melhore a cada ano o atendimento. “E a cada edição tudo fica melhor. O evento aumenta o número de clientes no restaurante e atrai um público especial para conhecer os pratos. Estamos vendendo em média 25 menus nos dias em que abrimos vendas do Estrela Azul. No nosso caso, sempre às segundas, terças e quartas”, contabiliza.

Para ela, a extensão do período do festival é uma decisão acertada porque amplia a oportunidade do público em conhecer ainda mais restaurantes ou até mesmo retornar aos preferidos. “Com isso, o volume de vendas para os participantes será maravilhoso. Mais que aprovada a ideia!”, comemora.

 

Famiglia Sicilia é um dos restaurantes que participam do circuito
Famiglia Sicilia é um dos restaurantes que participam do circuito | PEDRO GUERREIRO/arquivo
  

A chef destaca ainda que o festival é uma ferramenta incrível de inclusão dentro na nossa gastronomia. “Ajuda nas vendas, atrai novos clientes e gera um turismo importante aos estabelecimentos participantes. É um modelo de sucesso e já consolidado no Pará”.

Festival estimula mercado gastronômico paraense

Nilton Lobato, diretor comercial do Grupo RBA, ressalta que o objetivo do projeto sempre foi de estimular o mercado gastronômico local através da captação de novos clientes, proporcionando novas experiências gastronômicas a um preço bem acessível.

Este ano, os restaurantes registraram um aumento na participação do público e o resultado foi bem positivo para todos. “O momento ainda é de recuperação do setor. Graças à vacinação, já estamos em um cenário bem melhor que em períodos anteriores e essa tem sido a nossa ajuda a este grande setor que gera renda e emprego em nosso Estado”, destacou Nilton.

A meta do DIÁRIO, diz Lobato, foi de divulgar os restaurantes, pratos, profissionais e serviços com o projeto. “O Grupo RBA através de todas as suas plataformas de comunicação, abraçou mais uma vez o projeto e divulgou os participantes. E a realização de mais uma edição do Festival Estrela Azul só foi possível por que grandes parceiros acreditaram em nossa ideia, como a Claro, Hapvida, Dorata Fry e Sebrae”.

Para mais informações acesse o site www.estrelaazul.dol.com.br.

 

|
 

/Restaurantes que participam do Festival Estrela Azul comemoram o aumento na circulação de clientes
Restaurantes que participam do Festival Estrela Azul comemoram o aumento na circulação de clientes | Antonio Melo/Diário do Pará
/Famiglia Sicilia é um dos restaurantes que participam do circuito
Restaurantes que participam do Festival Estrela Azul comemoram o aumento na circulação de clientes | Antonio Melo/Diário do Pará
Restaurantes que participam do Festival Estrela Azul comemoram o aumento na circulação de clientes | Antonio Melo/Diário do Pará
Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS