plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 26°
cotação atual R$


home
RECONHECIMENTO

PA: alunos fazem corredor humano em despedida de professora

Corredor humano de afeto, agradecimento, reconhecimento marcam despedida de professora em Abaetetuba, nordeste paraense

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia PA: alunos fazem corredor humano em despedida de professora camera Agradecimento, reconhecimento e carinho para professora que se aposentou em Abaetetuba | Reprodução

Quem nunca teve a sorte de encontrar um professor que marcasse sua vida com amor e dedicação? É uma experiência e conexão especial que alguns mestres estabelecem com seus alunos, deixando uma impressão duradoura. São educadores que vão além do currículo, moldando não apenas o conhecimento, mas também atitudes e valores que seus aprendizes levarão para vida e serão eternamente gratos.

Foi nesse contexto que a professora Ana Cristina Quaresma, 51 anos, se despediu da escola Comandante Germano, em Abaetetuba, nordeste paraense, na manhã desta quinta-feira (23). No local, ela passou os últimos 15 de anos de profissão.

Por causa da aposentadoria, colaboradores, alunos e pais formaram um corredor humano para aplaudir e entregar cartinhas carinhosas à professora em reconhecimento ao trabalho e dedicação.

A diretora da escola, Toy Silva, destacou a importância de Cristina para a instituição: "Como dizia Paulo Freire, 'escola não é o prédio, escola é gente', e a Cris representa em todos os sentidos essa significância dentro da Escola Comandante Germano, pela sua dedicação, seu empenho, seu compromisso por uma educação de qualidade. Com toda certeza nossas manhãs não serão mais as mesmas, ela deixará uma falta enorme, mas cumpriu de forma exemplar seu compromisso com a educação e com a escola”.

A história de Cristina Quaresma com a educação, que durou 33 anos, começou de maneira inesperada. Recém-saída do ensino médio e sem sucesso no vestibular, ela recebeu uma proposta da cunhada para assumir a vaga de uma professora que havia deixado a Escola Santana. Mas, com o tempo conseguiu se formar em Letras pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

Ao longo de sua carreira, Cristina enfrentou grandes desafios. Depois de passar no concurso do município, foi designada para trabalhar na Vila de Beja, uma localidade um pouco distante do município que morava. Uma das ex-alunas, Fernanda Nery, lembra com carinho da professora: "Lembro que eu gostava tanto da tia Cris que parecia que ela era realmente nossa tia. Ela deu aula tanto para mim quanto para o meu irmão, e o que eu mais lembro era sempre do sorriso com os olhos em forma de aprovação do que fazíamos. Era como se ela transbordasse o amor".

Apesar de homenagem, a professora Ana Cristina Quaresma se prepara para viver a nova fase longe da sala de aula, para se dedicar mais à família, entre outras coisas. "Pretendo dar mais atenção aos meus filhos e minha família, me cuidar e fazer meus artesanatos que gosto muito", concluiu a eterna professora.

Veja o vídeo de despedida da professora:

Divulgação
VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Notícias Pará

    Leia mais notícias de Notícias Pará. Clique aqui!

    Últimas Notícias