Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
BRINCADEIRA DE PÉSSIMO GOSTO

Vídeo: ameaça de massacre gera pânico em escola de Icoaraci

Apesar do clima de apreensão na escola Teodora Bentes, as aulas foram mantidas com o apoio de uma guarnição da Polícia Militar.

quarta-feira, 27/04/2022, 12:07 - Atualizado em 27/04/2022, 13:40 - Autor: Sales Coimbra

Google News

A informação do possível ataque começou a circular nas redes sociais na noite de terça-feira (26). Uma viatura ficou posicionada em frente à Escola Teodora Bentes, em Icoaraci, ao longo da manhã.
A informação do possível ataque começou a circular nas redes sociais na noite de terça-feira (26). Uma viatura ficou posicionada em frente à Escola Teodora Bentes, em Icoaraci, ao longo da manhã. | Facebook/ Página Vila Sorriso

Postagens em redes sociais feitas por um adolescente alertaram para um suposto massacre que ocorreria nesta quarta-feira (27), em uma escola estadual no Distrito de Icoaraci, região metropolitana de Belém.

A "brincadeira" de mau gosto afetou alunos e professores da Escola Estadual Teodora Bentes. Nas imagens divulgadas nas redes sociais, além de pequenos textos informando sobre o suposto ataque, um vídeo mostra dois adolescentes encapuzados com o que parece ser o uniforme da escola, brandindo uma faca e um terçado.


Nos textos publicados, um dos responsáveis pelas ameaças alega ter ido à escola armado, na terça-feira (26), e passado totalmente despercebido. Em outra mensagem, é dito que ele não estaria sozinho e que outras quatro pessoas também estariam envolvidas. Até mesmo uma foto de armamentos apreendidos pela Polícia Federal foram utilizadas, o que sinalizava que tal ameaça não era séria, mas que preocupou várias pessoas.

MODA SEM GRAÇA

A situação, enquadrada na proliferação de ameaças deste tipo em vários estabelecimentos do país, causou preocupação e profundo aborrecimento à direção da escola, que  tomou as providências recomendadas pela Seduc em situações como essa, entrando em contato com a Companhia Independente de Policiamento Escolar (CIPOE) e acionando o Disque Denúncia.

Por isso, na manhã desta quarta-feira (27), uma viatura da Polícia Militar foi enviada à escola, com o objetivo de garantir a segurança necessária para que as aulas não fossem suspensas. Apesar das medidas preventivas, alguns pais não se sentiram seguros para enviar seus filhos para a escola.

“Nós também fizemos a denúncia ao Disque Denúncia e isso vai ser totalmente averiguado. Nós vamos fazer também o encaminhamento junto à Polícia Civil, para que haja uma investigação a respeito desses fatos. Então, o que a gente pede para toda a comunidade escolar é que haja tranquilidade. Nós estamos no controle dessa situação”, declarou o diretor em um áudio, também compartilhado nas redes sociais ainda na noite de terça-feira.

BULLYING PODE TER CAUSADO AMEAÇAS

Na manhã desta quarta-feira, um aluno de 15 anos foi identificado e apreendido ao chegar à unidade escolar. Ele foi conduzido para prestar esclarecimentos às autoridades. Até 12h, uma equipe da Polícia Militar prosseguia no local.

De acordo com a PM, o garoto sofria bullying de outros colegas e teria feito as ameaças como uma forma de chamar atenção e também intimidá-los para que as ofensas fossem interrompidas.

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado pela Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA). Diligências estão sendo feitas para ouvir testemunhas e levantar informações sobre o caso.

VEJA TAMBÉM:

Garoto de 14 anos planejava ataque à escola no Pará

Bilhete com ameaças é encontrado em banheiro de escola


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS