Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
CADÊ A JUSTIÇA?

Bruninho: familiares fecham via cobram respostas sobre crime

Assassinato do jovem de 24 anos segue sem respostas das autoridades; Avenida João Paulo II é parcialmente fechada por populares.

quarta-feira, 03/11/2021, 19:29 - Atualizado em 03/11/2021, 21:09 - Autor: Kaio Rodrigues


Manifestantes cobram por justiça.
Manifestantes cobram por justiça. | Divulgação

Familiares e amigos do ex-jogador do Paysandu Bruninho protestaram, na noite desta quarta-feira (11), na avenida João Paulo II, em Belém, reivindicando justiça após o assassinato do jovem de 24 anos, no último dia 21 de outubro. Uma das vias foi liberada, mas o trânsito seguia lento no local. Até o presente momento, nenhum suspeito foi preso pela polícia.

O delegado da Polícia Civil do Pará, Cláudio Galeno de Miranda Soares Filho, que havia conversado com a reportagem da RBA TV no dia 22 de outubro, havia dito que "nos próximos dias respostas seriam dadas sobre o caso".

A polícia prega cautela na divulgação de informações. Uma das maiores versões para o assassinato, segundo populares, é que o relacionamento que Bruninho viva com uma moça acabou ocasionando o crime, praticado pelo ex-namorado da jovem. O delegado Galeno fala que o crime passional está sendo investigado, mas que a equipe de investigação ainda coleta informações.

"Nossas investigações contidas no inquérito policial traz uma gama de provas. Muitas delas estão sendo analisadas agora para descartar ou incluir suspeitos. Não digo que a suspeita de crime passional é uma das mais fortes. Mas é uma das possibilidades que as equipes que investigam no caso", finalizou.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS