DOL Carajás
Cidades / Marabá
MOBILIDADE URBANA

Governador vem a Marabá assinar convênio para nova ponte

A solenidade para assinatura do convênio e apresentação do projeto de construção da terceira ponte sobre o rio Itacaiúnas ocorrerá nesta quarta-feira (11), no Carajás Centro de Convenções, na Nova Marabá.

terça-feira, 10/08/2021, 09:44 - Atualizado em 10/08/2021, 09:48 - Autor: Alessandra Gonçalves


A nova ponte terá entrada no Km 4, da Rodovia Transamazônica, próximo ao 4º Batalhão de Polícia Militar, na Nova Marabá e sai no Bairro Filadélfia, no Núcleo Cidade Nova
A nova ponte terá entrada no Km 4, da Rodovia Transamazônica, próximo ao 4º Batalhão de Polícia Militar, na Nova Marabá e sai no Bairro Filadélfia, no Núcleo Cidade Nova | Bruno Huberman

Diariamente circulam pelas ruas de Marabá, no sudeste do estado, 163 mil veículos, de acordo com dados do Departamento Municipal de Trânsito do Município. E o número de veículos não para de crescer. 

Cada dia fica mais difícil trafegar pelas ruas da cidade. Em horário de pico é comum o congestionamento no entorno da ponte sobre o Rio Itacaiúnas.

Para dar uma maior mobilidade no trânsito, a cidade ganhará uma nova ponte. A solenidade para assinatura do convênio e apresentação do projeto de construção da terceira ponte sobre o rio Itacaiúnas ocorrerá nesta quarta-feira (11), no Carajás Centro de Convenções, na Nova Marabá.    

A nova ponte terá entrada no Km 4, da Rodovia Transamazônica, próximo ao 4º Batalhão de Polícia Militar, na Nova Marabá e sai no Bairro Filadélfia, no Núcleo Cidade Nova.

A cerimônia ocorrerá a partir das 18h e contará com a presença do governador do Estado, Helder Barbalho e do prefeito de Marabá, Tião Miranda.

De acordo com o secretário de Obras do município, Fábio Moreira, o objetivo da construção da nova ponte é dar uma maior mobilidade e ter mais um canal de tráfego para as pessoas. “Com essa ponte terão dois canais, dividindo assim o fluxo”.

A nova ponte também propiciará grande integração dos bairros, proporcionando economia ao povo marabaense, eliminando os engarrafamentos, diminuindo os acidentes e garantindo facilidade na movimentação urbana.

PROJETO

A Prefeitura Municipal havia elaborado um projeto básico para gerar um orçamento inicial e tem uma empresa fazendo o projeto executivo, que tem previsão de ser concluído até dezembro deste ano. Estima-se que essa obra custe em torno de R$ 90 milhões.

“O gestor já tinha pedido ao legislativo para adquirir um empréstimo para execução da obra. Mas, paralelamente a isso, surgiu um convênio do Governo do Estado para fazer praticamente meio a meio a ponte”, explicou o secretário de obras.

CONCLUSÃO

Depois de iniciada, a previsão é de que a obra seja concluída em dois anos, uma vez que não é só a ponte, tem todo um sistema viário envolta para poder viabilizar o trânsito que vai aumentar tanto na Nova Marabá, como no Filadélfia. “A gente precisa ter um sistema viário para desafogar rapidamente esse trânsito. A gente imagina dois anos, porque a gente tem o inverno, porque no sistema viário a gente não consegue trabalhar para poder ter a obra por completo pronta”, explica.  

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS