DOL Carajás
Cidades / Marabá
VEJA O VÍDEO

Multidão lota Carajás Centro de Convenções atrás da vacina 

Nesta quinta e sexta-feira, 23 e 24, a Secretaria de Saúde voltou a atender as pessoas que estavam com a segunda dose atrasada ou com a previsão para esta semana

quinta-feira, 23/09/2021, 12:10 - Atualizado em 23/09/2021, 18:01 - Autor: Michel Garcia


A procura foi grande nesta quinta-feira e do lado de fora do Carajás Centro de Convenções a fila já fazia voltas no estacionamento
A procura foi grande nesta quinta-feira e do lado de fora do Carajás Centro de Convenções a fila já fazia voltas no estacionamento | Elioenay Brasil/RBATV

O Brasil é o país que mais valoriza a imunização entre oito nações estudadas em um levantamento global feito pelas empresas GSK e Kantar. Segundo o levantamento, o índice de brasileiros que consideram importante manter a vacinação em dia ficou em 83%.

A vacinação é valorizada por 67% dos canadenses; 65% dos italianos; e 64% dos japoneses.

A pandemia de covid-19 aumentou a valorização da vacinação entre os brasileiros. Antes da pandemia, 59% deles consideravam importante manter essa prática em dia, percentual que pulou para 83% após a chegada do novo coronavírus.

Isso talvez se dê por conta do histórico de vacinas vivida pelos brasileiros nas últimas décadas. Quem não se lembra das campanhas de vacinação do início dos anos 80 contra a varíola, onde se usava as famosas 'pistolas' para imunizar adultos e crianças. Além disso campanhas contra a Poliomelite (paralisia infantil), o sarampo, e mais recente contra o HPV foram e ainda são comuns na vida do brasileiro.

A figura do Zé Gotinha já entrou no imaginário popular entrando no mundo lúdico das crianças e amenizando o medo das agulhas e seringas.

MARABÁ

Nesta quinta e sexta-feira, 23 e 24, a Secretaria de Saúde voltou a atender as pessoas que estavam com a segunda dose da vacina atrasada ou com a previsão para esta semana, nas datas especificadas no cartão de vacinação. 

A procura foi grande nesta quinta-feira e do lado de fora do Carajás Centro de Convenções a fila já fazia voltas no estacionamento. 

A enfermeira Mônica Borchart, Diretora de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, orienta que as pessoas possam vir munidas com a documentação necessária.

“É importante a pessoa não esquecer a documentação pessoal como o CPF, RG, cartão de vacinação, cartão SUS, comprovante de residência e a declaração preenchida para que possamos agilizar o processo de vacinação”, disse a enfermeira. (Com informações de Exame)

 

Nesta quinta e sexta-feira, 23 e 24, a Secretaria de Saúde voltou a atender as pessoas que estavam com a segunda dose da vacina atrasada ou com a previsão pa... DOL CARAJÁS
 



Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS