DOL Carajás
Cidades / Marabá
MARABÁ

Acidente deixa o trânsito lento na ponte rodoferroviária   

Veículo transportando grande maquinário arrancou a carroceria de caminhão carvoeiro

segunda-feira, 27/09/2021, 18:53 - Atualizado em 27/09/2021, 18:54 - Autor: Alessandra Gonçalves


Momento em que ocorre a desobstrução da pista
Momento em que ocorre a desobstrução da pista | James Oliveira/ RBATV

Um acidente de trânsito ocorrido no final da tarde desta segunda-feira (27), às proximidades da ponte rodoferroviária sobre o Rio Tocantins deixou o trânsito lento na BR-222, em Marabá, sudeste do estado.

Quem seguia sentido Nova Marabá - Núcleo São Félix teve que ter paciência.

 

| James Oliveira/ RBATV
 

Segundo o motorista do caminhão atingido, Wedson José de Oliveira Costa, ele estava seguindo sentido o Núcleo São Félix, o trânsito estava parado, pois no sentido contrário vinha um veículo transportando um grande maquinário para uso na mineração. A frente do maquinário havia os veículos batedores sinalizando.

Wedson José conta que só ouviu o barulho. “Eu só ouvi o barulho. Olhei pelo retrovisor e só vi caindo tudo”, disse o motorista do caminhão carvoeiro, que seguia para a cidade de Breu Branco, sudeste do estado. 

 

| James Oliveira / RBATV
 

Após a colisão, segundo o motorista, o veículo que transportava o maquinário não parou e seguiu viagem. Ele falou, entretanto, que homens que estavam nos veículos batedores afirmaram que as peças estavam sendo transportadas para uma mineradora, a qual ficou de arcar com os prejuízos. 

Com o horário de pico, os motoristas tiveram que ter paciência. Policiais rodoviários federais estiveram no local para fazer a ocorrência do acidente.  

 

| James Oliveira
 

“Fomos informados da interdição parcial do trânsito. Era uma carga superdimensionada, o rapaz não deu distância devida e a carga acabou tocando na carroceria do caminhão carvoeiro”, contou o agente Genival, da PRF.

Os policiais conseguiram afastar a parte da carroceria com o próprio caminhão carvoeiro e o trânsito foi reestabelecido no início da noite. “O motorista vai acionar a empresa, que deve arcar com os custos”, disse o agente. 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS