DOL Carajás
Cidades / Marabá
TRÂNSITO EM MARABÁ

Cruzamento da 33 deve ganhar radar e lombada eletrônica

Informação foi repassada pela Secretaria de Segurança Institucional nesta sexta-feira (19) em entrevista à Rádio Clube 100,7 FM

sexta-feira, 19/11/2021, 16:33 - Atualizado em 20/11/2021, 12:44 - Autor: Michel Garcia


Vias marginais da Transamazônica ganharam mão única
Vias marginais da Transamazônica ganharam mão única | Naldinho Fontenele via Drone

 

Vias marginais da Transamazônica ganharam mão única
Vias marginais da Transamazônica ganharam mão única | Naldinho Fontenele via Drone
 

O mais recente Relatório de Status Global sobre Segurança no Trânsito da Organização Mundial da Saúde (OMS), mostrou que nos últimos 15 anos a taxa de mortalidade no trânsito se manteve estável em relação ao tamanho da população mundial. O fato dos números não terem aumentado pode até soar positivo, mas é preciso lembrar que estamos falando da morte de 1,35 milhão de pessoas ao ano, além de 50 milhões de feridos.

Com a aparente estabilização da pandemia da Covid-19, o número de pessoas circulando nas ruas e o consequente aumento do uso de veículos tem resultado em engarrafamentos, stresses, corridas, e acidentes de trânsito. Em Marabá o último grave acidente aconteceu na noite do feriado de 15 de novembro, quando duas motos se chocaram no cruzamento do semáforo da Transamazônica na Folha 33.

 

Jair Guimarães Barata, Secretário de Segurança Institucional
Jair Guimarães Barata, Secretário de Segurança Institucional | Reprodução PMM
 

Por conta disso, agentes do Departamento Municipal de Trânsito Urbano (DMTU) realizaram na manhã desta sexta-feira (19), uma ação que marca o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito, terceiro domingo de novembro, data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1995.

A ação aconteceu no canteiro de acesso à Marabá Pioneira (início do bambuzal) e contou com a participação da Associação dos Ciclistas de Marabá, Agentes do Departamento Estadual de Trânsito, Polícia Rodoviária Federal, enfermeiros e médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Veja também:

Colisão entre motos deixa 4 feridos e 2 mortos em Marabá

Grávida envolvida em acidente no semáforo da 33 perde bebê

Os participantes realizaram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas de trânsito, fizeram orações, discursos e finalizou com plantação de árvores e distribuição de mudas para motoristas, pedestres e ciclistas.

De acordo com Jair Guimarães Barata, Secretário de Segurança Institucional, os números de internações de vítimas de acidentes de trânsito nos últimos anos têm diminuído. Segundo ele, até 2019, mais de 70% dos leitos do Hospital Regional em Marabá eram ocupados por vítimas do trânsito e esse número em 2021 caiu para pouco mais de 30%.

PROVIDÊNCIAS

Em entrevista à Rádio Clube FM 100,7 Mhz nesta sexta-feira (19), Jair Guimarães declarou que algumas providências estão sendo tomadas para tentar minimizar os problemas naquele cruzamento conhecido em Marabá como "cruzamento da morte".

"A BR-230 (Transamazônica) é de responsabilidade do Dnit, mas temos uma parceria que pode nos ajudar nessa fiscalização", explicou. "Estamos estudando a viabilidade de se colocar lombadas eletrônicas ou até mesmo radares para até mesmo fotografar os veículos, ou que furam o semáforo, ou que andam acima da velocidade permitida", explicou o secretário Jair.

Lembrando que a limitação de velocidade na via urbana da Transamazônica é de 60 quilômetros por hora. 

Ouça aqui a entrevista:

 

| Autor:
 

Além disso, Jair Guimarães Barata declarou que o DMTU vai intensificar as orientações de trânsito com blitzes, palestras educativas e fiscalizações preventivas. 

Uma das medidas de segurança ditas pelo secretário, foi a recente mudança de via das marginais da Transamazônica. "Isso foi um pedido nosso ao prefeito que junto com as outras autoridades, atendeu o nosso pedido, e agora resultou em mão única dessas vias evitando assim mais acidentes", disse.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS