DOL Carajás
Cidades / Marabá
SUL DO PARÁ

Incra suspende atendimento presencial temporariamente

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Incra, divulgou uma nota anunciando que vai suspender o atendimento presencial até 31 de dezembro

quinta-feira, 02/12/2021, 11:09 - Atualizado em 02/12/2021, 19:22 - Autor: Ascom Incra


A medida visa priorizar o trabalho interno para dar vazão aos processos de titulação e para o cumprimento das metas estabelecidas para o exercício de 2021
A medida visa priorizar o trabalho interno para dar vazão aos processos de titulação e para o cumprimento das metas estabelecidas para o exercício de 2021 | Michel Garcia

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Incra, é uma autarquia federal da Administração Pública brasileira. Foi criado pelo decreto nº 1.110, de 9 de julho de 1970, com a missão prioritária de realizar a reforma agrária, manter o cadastro nacional de imóveis rurais e administrar as terras públicas da União. Está implantado em todo o território nacional por meio de 30 Superintendências Regionais.

O objetivo é implantar modelos compatíveis com as potencialidades e biomas de cada região do País e fomentar a integração espacial dos projetos. Outra tarefa importante no trabalho da autarquia é o equacionamento do passivo ambiental existente, a recuperação da infraestrutura e o desenvolvimento sustentável dos mais de oito mil assentamentos existentes no País.

Aproveite e veja também:

Procura por imunizante faz marabaense correr ao shopping

Em meio à Covid-19, luta contra a Aids ainda continua

Governo entrega títulos para 242 famílias de Marabá

Considerando o objetivo do Governo Federal em intensificar o processo de titulação em glebas federais e projetos de assentamento, o Incra Sul do Pará determinou a suspensão do atendimento ao público, no Gabinete e nas Divisões, em caráter excepcional, em sua sede em Marabá e nas Unidades Avançadas de Conceição do Araguaia, São Félix do Xingu, São Geraldo do Araguaia e Tucuruí, no período de 29 de novembro à 31 de dezembro de 2021.

A medida visa priorizar o trabalho interno para dar vazão aos processos de titulação e para o cumprimento das metas estabelecidas para o exercício de 2021. O atendimento ao público por meio da Sala da Cidadania continuará normalmente, com guichês específicos para atender as demandas de cada Divisão.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS