DOL Carajás
Cidades / Marabá
ATINGIDOS POR CHEIA

Moradores fazem protesto na entrada da Marabá Pioneira

Eles pedem que sejam construídos os abrigos para as famílias atingidas e apoio de caminhões para a mudança dos mesmos

segunda-feira, 03/01/2022, 11:44 - Atualizado em 03/01/2022, 16:09 - Autor: DOL Carajás


A manifestação é pacífica, alguns veículos conseguem passar. O DMTU e a Polícia Militar estão no local
A manifestação é pacífica, alguns veículos conseguem passar. O DMTU e a Polícia Militar estão no local | Elioenay Brasil/RBATV

Moradores que já começaram a ser afetados pela cheia do rio Tocantins em Marabá realizaram um pequeno protesto na manhã desta segunda-feira (3). Eles colocaram galhos de árvores e impediram a circulação de veículos na avenida Antônio Maia, no início da Marabá Pioneira. O ponto onde os manifestantes fica em frente a praça na entrada do núcleo, onde antes era o espaço para construção de abrigos aos atingidos pelas cheias, da prefeitura. No momento, alguns moradores estão ocupando a praça com abrigos provisórios construídos por eles mesmo com pedaços de lonas.

Eles pedem que sejam construídos os abrigos para as famílias atingidas e apoio de caminhões para a mudança dos mesmos. A manifestação é pacífica, alguns veículos conseguem passar. O DMTU e a Polícia Militar estão no local.

EMERGÊNCIA

A prefeitura de Marabá emitiu na manhã desta segunda-feira (3) Estado de Emergência e uma reunião na Secretaria Regional de Governo define as providências que serão tomadas em relação às cheias do rio e das chuvas.

Veja também!

Vídeo: Nível do Itacaiúnas já começa a afetar moradores

Eletronorte antecipa a abertura do vertedouro em Tucuruí

Vídeo: cheia do Rio Tocantins coloca Marabá em alerta

A reunião conta com o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Prefeitura de Marabá, Secretaria Regional de Governo e outros. A informação foi confirmada pelo Secretário Regional de Governo, João Chamon Neto.

Estado de Emergência é o "Reconhecimento (legal) pelo poder público de situação anormal, provocada por desastres, causando danos superáveis (suportáveis) pela comunidade afetada", segundo Manual da Defesa Civil do Governo Federal. 

De acordo com o secretário, a situação é para agilizar as ações que precisam ser feitas para tirar as famílias que já foram atingidas dos locais de cheias e prevenir possíveis outras ações às demais famílias.

Os bairros atingidos são Santa Rosa, Francisco Coelho e Vila Canaã na Marabá Pioneira, Folha 33 na Nova Marabá, Carajás I e II e Sororó no núcleo Cidade Nova. 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS