DOL Carajás
Cidades / Marabá
RIO TOCANTINS

Marabá decreta situação de emergência por conta da cheia

O prefeito de Marabá Sebastião Miranda decretou estado de emergência no município em razão das cheias dos rios Tocantins e Itacaiúnas

terça-feira, 04/01/2022, 10:30 - Atualizado em 04/01/2022, 17:33 - Autor: DOL Carajás


Bairro Santa Rosa na Marabá Pioneira já foi afetado pelo alto nível do Tocantins
Bairro Santa Rosa na Marabá Pioneira já foi afetado pelo alto nível do Tocantins | Naldinho Fontenele via Drone

Com o avanço do nível do Rio Tocantins e o aumento do número de famílias desabrigadas, a Defesa Civil do Município de Marabá, se reuniu na manhã desta segunda-feira (3) com representantes do Corpo de Bombeiros, Exército e o Secretário Regional de Governo, João Chamon Neto, para deliberar sobre as ações de atendimento às famílias atingidas pela enchente. 

A reunião aconteceu na sede da Secretaria Regional de Governo, onde foi formado o Gabinete de Gerenciamento de Crise para enfrentamento das consequências da enchente no município de Marabá.

 

Nível do rio Tocantins já passa dos 11 metros
Nível do rio Tocantins já passa dos 11 metros | Naldinho Fontenele via Drone
 

Ainda na manhã desta segunda-feira (03), o prefeito de Marabá Sebastião Miranda, decretou estado de emergência no município em razão das cheias dos rios Tocantins e Itacaiúnas. A Seaspac, Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários, iniciou o cadastramento das famílias atingidas para acolhimento com colchões, kits de higiene, distribuição de cestas básicas e atendimento médico.

“Estamos todos muito preocupados pela cheia atípica e a prioridade é absoluta para Marabá. Já definimos todo o planejamento para os próximos dias, ampliamos os abrigos e o governo municipal está decretando o estado de emergência para que possamos efetivamente dar o apoio necessário para o atendimento à população dando o necessário para minimizar o sofrimento dessas famílias”, relatou João Chamon Neto, Secretário Regional de Governo.

 

Balneário Vavazão às margens do rio Itacaiúnas já está submerso pelas águas
Balneário Vavazão às margens do rio Itacaiúnas já está submerso pelas águas | Naldinho Fontenele via Drone
 

O nível do Rio Tocantins atingiu na manhã desta terça-feira (04), 11,15 metros acima do leito normal. O nível de alerta é de 10 metros. A Defesa Civil do Município, informou que nesta mesma data, no ano passado o nível do Rio estava em 3,78 metros, uma diferença de 7,3 metros em comparação com o ano de 2021.

ABRIGOS

Considerando a elevação do nível dos rios em Marabá, marcando na manhã desta segunda-feira (3) 10,98 metros acima da normalidade, e consequentemente desabrigo de famílias que residem em áreas baixas, a Defesa Civil Municipal informa já estarem disponíveis 05 abrigos com condições adequadas para receber as pessoas que se encontram em áreas de risco.

Veja também!

Vídeo: Nível do Itacaiúnas já começa a afetar moradores

Eletronorte antecipa a abertura do vertedouro em Tucuruí

Defesa Civil começa a fazer mudança de famílias para abrigos

Estão sendo disponibilizados dois abrigos na Marabá Pioneira, um na Antiga Borges Informática (capacidade para 10 famílias) e outro na Antiga Leolar, na Rua 5 de Abril (capacidade para 20 famílias), dois localizados na Nova Marabá, sendo um na Folha 31, no antigo depósito da Leolar (capacidade para 35 famílias), outro na Marginal da Transamazônica, em frente ao Supermercado Mateus, na Folha 32 (capacidade para 70 famílias), e na Cidade Nova, na Obra Kolping (capacidade para 45 famílias).

 

Primeiras mudanças já começaram a ser realizadas
Primeiras mudanças já começaram a ser realizadas | Divulgação
 

No momento foram registradas aproximadamente 100 famílias desabrigadas no município de Marabá, com alagamento nos bairros: Vila Cannã, “Varjão da Santa Rosa”, Folha 33, Areal do Amapá, Filadélfia, Carajás 1 e 2, setor da Taboquinha e outros.

A Praça Paulo Marabá, que fica localizada na entrada da Marabá Pioneira, e que antes era utilizada para construções de abrigos, também estará disponibilizada para receber algumas famílias. Segundo a prefeitura, a praça foi construída com infraestrutura com poços artesianos e eletrificação, pensando na construção de abrigos em época de cheia já começam a ser montados a partir desta terça-feira (4).


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS