DOL Carajás
Cidades / Marabá
ALERTA

Marabá intensifica ações de combate à dengue

O registro de casos positivos da doença no município fez acender um alerta e trabalhar para evitar a proliferação do mosquito.

quarta-feira, 04/05/2022, 19:22 - Atualizado em 04/05/2022, 19:21 - Autor: Com Informações PMM

Google News

Agentes fizeram visitas domiciliares na Folha 33, nesta quarta-feira (4)
Agentes fizeram visitas domiciliares na Folha 33, nesta quarta-feira (4) | Paulo Sérgio/ PMM

Agentes do Departamento de Endemias e Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde intensificam as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue e também da Chikungunya e Zika, as ações são realizadas em todos os bairros.

Na manhã desta quarta-feira (4), os agentes faziam visitas domiciliares na Folha 33, porém a programação vai se estender para todos os núcleos da cidade. De acordo com a coordenação do Departamento, o registro de 25 casos positivos de dengue no município fez acender um alerta e trabalhar para evitar a proliferação do mosquito.

 

Vinte e cinco casos positivos de dengue foram confirmados no município este ano
Vinte e cinco casos positivos de dengue foram confirmados no município este ano | Paulo Sérgio/ PMM
 

“Estamos atentos aos casos de dengue notificados e estamos fazendo um bloqueio nas áreas onde estão ocorrendo esses casos. Esse ano já tivemos 25 casos confirmados da doença e estamos saindo do período chuvoso e onde podemos manter o maior controle da doença”, informou Amadeu Moreira, Coordenador do Departamento de Endemias e Vigilância Ambiental.

De acordo com o coordenador de endemias, no ano de 2019 o município não registrou nenhum caso de Dengue, Chikungunya ou Zika. No ano de 2020, em razão da pandemia, o trabalho dos agentes ficou prejudicado devido a pandemia onde as pessoas evitavam a presença dos agentes nas residências e no ano seguinte, 2021, foram confirmados 83 casos de dengue.

Ainda segundo o coordenador de endemias, os primeiros 4 meses do ano, onde foram registrados os 25 casos de dengue, foi no período de inverno, porém, é considerado um número elevado e pede a participação da população no trabalho de prevenção ao combate ao mosquito.

“A população tem que estar atenta e as nossas equipes estão visitando bairros onde foram registrados a doença, porém a população tem que também contribuir com nosso trabalho e fazer o seu papel, não deixar água parada e observar sobre os recipientes em casa para evitar o acúmulo de água, pois ajuda a fazer o trabalho de contenção das larvas do mosquito e contribui para a saúde da família e dos vizinhos”, explica Amadeu Moreira.

Veja também:

Seminário vai discutir a prevenção da violência sexual

Câmara fará audiência para ouvir população sobre coletivos

A população pode contribuir no combate ao mosquito Aedes Aegypti não deixando garrafas e latas acumulando água da chuva, limpando o quintal periodicamente, limpeza de calhas, vasos de plantas e denunciar terrenos baldios para que o proprietário faça a limpeza.

“A prefeitura já faz o trabalho de recolher o lixo regularmente e também a limpeza de ruas como a capina, recolhimento de entulho e outras ações, e nós temos que pedir à população também essa contribuição para manter nossa cidade sempre limpa”, finalizou Amadeu Moreira.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS