DOL Carajás
Cidades / Parauapebas
CHEIAS E BARRAGENS

Parauapebas elabora plano para prevenção de desastres

Para a elaboração do Plancon, a prefeitura contou também com a consultoria de técnicos treinados na Guarda Costeira dos Estados Unidos e em Israel.

sábado, 27/11/2021, 16:11 - Atualizado em 27/11/2021, 17:05 - Autor: Ascom PMP


O Plancon é um documento que estabelece os procedimentos para ações de monitoramento diante de possíveis desastres
O Plancon é um documento que estabelece os procedimentos para ações de monitoramento diante de possíveis desastres | Reprodução

Em solenidade realizada nessa quinta-feira, 25, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), órgão ligado à Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, entregou o Plano de Contingência (Plancon) de Parauapebas para a gestão municipal.

O Plancon é um documento que estabelece os procedimentos para ações de monitoramento, alerta, alarme, fuga, socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais em situações de desastres.

“Desde 2018, estamos elaborando esse plano. E em 2020, fizemos um acordo de cooperação com a Vale e a Defesa Civil do Estado para nos ajudar. E hoje, nós estamos entregando esse plano de contingência, que vai nos mostrar como trabalhar de forma preventiva dentro do município”, explica Jailson Sousa, coordenador da Defesa Civil municipal.

De acordo com os estudos realizados, as hipóteses de desastre abordadas no Plancon são: inundações, deslizamentos, queimadas e incêndios florestais, acidentes envolvendo transporte de produtos perigosos e colapso de barragens.

Veja também:

Comissão de Transportes aprova uso de app para mototáxi

Governo e Polícia Civil realizam mutirão de emissão de RG

Vídeo: Ladrão é flagrado furtando moto e leva surra

“É fundamental, hoje, que um município tenha o seu plano de contingência definido e implementado, para que a sociedade, em conjunto, tenha esse conhecimento e contribua para facilitar em uma ação de resposta a um possível desastre”, recomenda o tenente coronel Thiago Carvalho, da Defesa Civil do Estado.

Segundo o gerente de Desenvolvimento Territorial da Vale, Frederico Baião, a participação da mineradora na elaboração do plano se deu por meio de acordo de cooperação técnica firmado com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil.

 

Para a elaboração do Plancon, a prefeitura contou também com a consultoria de técnicos treinados na Guarda Costeira dos Estados Unidos e em Israel
Para a elaboração do Plancon, a prefeitura contou também com a consultoria de técnicos treinados na Guarda Costeira dos Estados Unidos e em Israel | Elienai Araújo PMP
 

Com isso, a Vale disponibilizou cerca de R$ 9 milhões para a preparação de equipes e a contratação de consultoria especializada, para suporte a Parauapebas e outras seis cidades do Estado.

“É uma grande satisfação para a Vale ser parceira do município de Parauapebas na elaboração de um plano que traz cada vez mais segurança para a população. Nós vemos a oportunidade de ter um município cada vez mais resiliente, preparado para eventos de desastre, mitigando principalmente os riscos para que não tenhamos eventos catastróficos”, destaca.

O Plancon

O Plancon é um planejamento que visa à integração entre diversas agências da esfera municipal, estadual e federal. Para sua elaboração, a prefeitura contou com a consultoria técnica de especialistas nas áreas de segurança e emergência, inclusive com técnicos treinados na Guarda Costeira dos Estados Unidos e em Israel, para atuação em grandes desastres.

Com a conclusão do Plancon, Parauapebas se torna o primeiro município do Estado a ter um plano de contingência. “É um momento histórico para nós, pelo ineditismo do documento. Todos temos a ganhar. O resultado prático disso é que temos uma ferramenta que vai nos propiciar salvar vidas”, ressalta o titular da Secretaria Especial de Governo, Keniston Braga.

Participaram da entrega oficial do Plancon, o vereador Ivanaldo Braz, presidente da Câmara; o vereador Zacarias Assunção, líder de governo na Câmara; e representantes da Vale, da Defesa Civil estadual e do município de Paragominas, das secretarias participantes do Plancon, da Central das Cooperativas de Transporte e do Serviço Geológico do Brasil – CPRM, vinculado ao governo federal. (Sara Dias, Ascom Parauapebas)


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS