DOL Carajás
Cidades / Tucuruí
SUSTO

Incêndio atinge prédio do CPC Renato Chaves  

Chamas foram controladas pelo Corpo de Bombeiros. Não houve feridos

quarta-feira, 01/09/2021, 17:28 - Atualizado em 01/09/2021, 17:36 - Autor: Com Informações do Portal da Cidade Tucuruí


Incêndio de grandes proporções atingiu o prédio do Instituto Médico Legal
Incêndio de grandes proporções atingiu o prédio do Instituto Médico Legal | Divulgação

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves realiza o trabalho de Perícia Oficial por meio de métodos técnico-científicos com imparcialidade, auxiliando a Justiça e a Sociedade para a promoção da Cidadania.

A instituição tem como objetivo organizar e normatizar a rede de serviços da Perícia Oficial, por meio do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico Legal, em todo o território do Estado do Pará. 

E um incêndio de grandes proporções atingiu o prédio do Instituto Médico Legal (IML), de Tucuruí, sudeste paraense, no final da manhã desta quarta-feira (1º).

Segundo os funcionários que estavam no local no momento do incêndio, o fogo teria começado em um dos quartos do alojamento localizado no prédio.

As chamas se espalharam instantaneamente, e as consequências só não foram piores porque os funcionários agiram rápido retirando do local o botijão de gás que estava na cozinha e desligando a parte elétrica do prédio.

 

Chamas se espalharam instantaneamente, e as consequências só não foram piores porque os funcionários agiram rápido
Chamas se espalharam instantaneamente, e as consequências só não foram piores porque os funcionários agiram rápido | Divulgação
 

O Corpo de Bombeiros Militar, que esteve no local para controlar as chamas e avaliar as condições estruturais do prédio, informou que ao que tudo indica o fogo teria iniciado por um curto circuito no sistema elétrico, porém somente a perícia poderá confirmar as causas do incêndio.

Uma janela precisou ser quebrada para retirar documentos que estavam arquivados no local, boa parte do prédio foi atingido.

Por sorte o fogo não chegou até o local onde estavam armazenados produtos químicos que são altamente inflamáveis, o que poderia ter causado uma enorme tragédia.

Apesar do cenário de destruição, ninguém ficou ferido. Nenhum cadáver foi atingido pelas chamas. O corpo de bombeiros permaneceu no local fazendo o resfriamento do prédio e analisando a estrutura do prédio.

Em nota, a assessoria do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves informou que a unidade passará por perícia técnica dos peritos do setor de engenharia do CPCRC, para identificar as causas e laudo para posterior obras de revitalização das áreas atingidas.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS