DOL Carajás
Cidades / Tucuruí
PROCON

Fiscalização flagra bombas de combustíveis adulteradas

O Procon de Tucuruí divulgou na manhã desta segunda-feira (27) informações sobre uma ação de fiscalização em dois postos de combustíveis da cidade.

terça-feira, 28/09/2021, 09:45 - Atualizado em 28/09/2021, 09:45 - Autor: Portal Cidade de Tucuruí


Fiscalização do Procon realizada em postos de Tucuruí encontraram algumas irregularidades
Fiscalização do Procon realizada em postos de Tucuruí encontraram algumas irregularidades | Pedro Guerreiro/Ag. Pará

O brasileiro já tem que se virar para conseguir pagar as contas do mês e tentar levar uma vida digna em meio a crise que permeia o país, principalmente com a alta seguida de preços de energia elétrica, gás de cozinha e combustíveis. 

Com a alta nos preços, principalmente dos combustíveis, é no mínimo que se espere um produto de qualidade, não adulterado e que seja o equivalente àquilo que o consumidor paga na hora de abastecer o carro.

Mas em Tucuruí, não é isso que vem acontecendo, pelo menos em alguns postos de combustíveis.

A unidade do Procon de Tucuruí divulgou na manhã desta segunda-feira (27) informações sobre uma ação de fiscalização em dois postos de combustíveis da cidade. Em um deles foi encontrada irregularidades. Uma das bombas foi interditada.

A fiscalização realizada pelo Procon local e Procon Estadual do Pará aconteceu na última sexta-feira, 24. De acordo com nota divulgada à imprensa de Tucuruí, a ação é “continuidade as fiscalizações que já vinham sendo realizadas”. E o alvo dessa vez foram dois postos de revenda de combustíveis.

No primeiro, “houve a constatação, por meio de aferição, de que uma bomba estaria lesando os consumidores, considerando que estava quantitativamente abaixo dos parâmetros permitidos, conforme Portaria n° 294/2018 do INMETRO, razão pela qual a bomba foi lacrada”.

Outra irregularidade flagrada pelos ficais foi que “estaria sendo informado e comercializado ao público consumidor a disponibilidade de óleo diesel S-10 aditivado, mas conforme notas fiscais de compra do referido produto, tratava-se somente de óleo diesel S-10 comum, induzindo o consumidor ao erro, razão pela qual foi lavrado o Auto de Infração.

Em relação ao segundo posto, informamos que foram realizados os mesmos procedimentos para averiguação de qualidade e quantidade dos combustíveis, contudo, nenhuma irregularidade foi constatada.

O Procon de Tucuruí esclarece que realiza, em parceria com o Procon Estadual, a fiscalização ao segmento mencionado obedecendo ao devido processo legal, permitindo o direito ao contraditório e ampla defesa aos fornecedores e garantindo o respeito aos consumidores.

Não foram divulgados nomes e endereços dos estabelecimentos.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS