DOL Carajás
Cidades / Tucuruí
PARA PRESTAR HOMENAGENS

Cerca de 12 mil pessoas visitam os cemitérios em Tucuruí 

Pela manhã, aconteceu boa parte das homenagens e muita gente esteve nos locais para levar flores, acender velas ou fazer uma oração

terça-feira, 02/11/2021, 16:28 - Atualizado em 02/11/2021, 18:52 - Autor: Dênis Aragão de Tucuruí


Centenas de pessoas foram aos três cemitérios de Tucuruí para prestar as homenagens aos seus ente queridos
Centenas de pessoas foram aos três cemitérios de Tucuruí para prestar as homenagens aos seus ente queridos | Rauber Soares

Desde tempos remotos, a solução para lidar com a morte foram os rituais de despedida, que ajudam a superar a perda. Em determinadas culturas, eles são mais reservados. Em outras, mais excêntricos. As celebrações do Dia de Finados no Brasil e nos demais países da América Latina, em geral, reuniram um pouco desses dois aspectos a partir da mistura de expressões europeias e indígenas.

O feriado do Dia de Finados parece concluir um período curto de celebrações do aspecto mais sombrio da vida – o seu fim. As celebrações começam no Dia das Bruxas (31 de outubro), passando pelo Dia de Todos os Santos (1º de novembro) – que celebra os que morreram depois de “se deixarem atrair pela proposta divina”, segundo explicação do Vaticano -, até o dia 2 de novembro, o Dia dos Mortos, como é mais conhecida a data em alguns países.

 

Pela manhã, aconteceu boa parte das homenagens e muita gente esteve nos locais para levar flores, acender velas ou fazer uma oração
Pela manhã, aconteceu boa parte das homenagens e muita gente esteve nos locais para levar flores, acender velas ou fazer uma oração | Rauber Soares
 

Centenas de pessoas foram aos três cemitérios de Tucuruí para prestar as homenagens aos seus ente queridos. Para receber as famílias, no feriado de Finados, a prefeitura do município providenciou a revitalização e limpeza nos cemitérios da Matinha, no bairro Matinha, Jardim da Saudade, no Jardim Colorado, e o Jardim da Saudade 2, no bairro Jardim Alcobaça.

Pela manhã, aconteceu boa parte das homenagens e muita gente esteve nos locais para levar flores, acender velas ou fazer uma oração. Este ano foi marcado pela retomada dos encontros presenciais devido aos índices de Covid-19 estarem em queda no município. Por precaução, os visitantes estão sendo orientados a usarem máscaras.

Veja também!

Na véspera de finados aumenta movimentação em cemitérios

Mesmo com chuva, marabaenses vão a cemitérios

Caso do agricultor Ernesto Silva, 62 anos, que visitou o antigo cemitério da cidade para homenagear o filho, falecido há 20 anos. “É um momento de lembrar e cuidar do local. A gente limpa e organiza o ano todo, mas enfeitar, só nesse dia”, disse o agricultor.

Laudia Martins também foi prestar as suas homenagens, mas o percurso foi maior. Ela visitou o túmulo do patriarca da família, enterrado no cemitério da Matinha, pela hoje manhã, e a tarde será a vez de homenagear a mãe, cujo corpo descansa no cemitério Jardim da Saudade. “A gente vem, limpa e enfeita os locais e faz uma oração para que Deus os mantenha sempre protegidos e que a gente também esteja sob proteção divina”, explica a aposentada.  

Para receber os visitantes, além dos serviços de limpeza e capina, foram feitas a pintura de sepulturas e dos muros. O cemitério Jardim da Saudade 2 recebeu as grades nos muros para dar mais segurança para os visitantes.

 

Para receber os visitantes, além dos serviços de limpeza e capina, foram feitas a pintura de sepulturas e dos muros
Para receber os visitantes, além dos serviços de limpeza e capina, foram feitas a pintura de sepulturas e dos muros | Rauber Soares
 

A Polícia Militar e a Companhia de Trânsito do município realizam ações para garantir a segurança e a organização do trânsito nas áreas dos três cemitérios. A estimativa é que 12 mil pessoas passem pelos locais para prestar suas homenagens. (Dênis Aragão, de Tucuruí e CNN)


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS