DOL Carajás
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
REAJUSTE

Após alta da inflação, salário mínimo ganha novo valor 

Alta no preço de produtos e serviços no país fez com que o governo federal revesse a projeção inicial do piso nacional

segunda-feira, 11/10/2021, 16:55 - Atualizado em 11/10/2021, 18:13 - Autor: Capitalist


Imagem ilustrativa da notícia Após alta da inflação, salário mínimo ganha novo valor 
| Reprodução

Os aumentos nos índices da inflação prejudicam as finanças do trabalhador brasileiro, que tem visto o preço de diversos itens essenciais subir de forma estratosférica. Diante disso, o governo federal terá de reajustar o salário mínimo 2022 como forma de garantir o poder de compra do brasileiro.

Um novo valor é previsto para entrar em vigor a partir de janeiro de 2022, como aponta a mais nova previsão divulgada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia. Atualmente, os reajustes do salário mínimo são estabelecidos conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que ditam os níveis de inflação no país.

SALÁRIO MÍNIMO 2022 GANHA NOVA PROJEÇÃO

A princípio, o governo projetava que a inflação em 2021 atingiria o patamar de 6,2%. No entanto, agora, ela está estimada em 8,4%. Dada essa possibilidade de aumento da inflação até dezembro deste ano, o salário mínimo 2022 pode subir dos atuais R$ 1.100 para R$ 1.192 em 2022.

VEJA TAMBÉM: 

INSS muda regras para crédito e pode liberar 14º salário

Confira quem será isento de pagar o IPVA em 2022

Se o mínimo for corrigido de acordo com a inflação, o aumento será maior que o inicial divulgado anteriormente pelo governo federal, cujo valor era de R$ 1.169 no Orçamento do próximo ano. No caso do teto do INSS, que também acompanha os reajustes do piso nacional, o valor subirá dos atuais R$ 6.433,57 para R$ 6.973,99.

Lembrando que, como previsto na Constituição Federal, o reajuste do salário mínimo busca cobrir a inflação do ano anterior. O intuito é assegurar o poder de compra do trabalhador, garantido uma melhor qualidade de vida.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)