DOL Carajás
DESORGANIZAÇÃO

Cliente perde controle e quebra vidraça de agência bancária

Funcionários do banco seriam insuficientes para atender a demanda

terça-feira, 03/05/2022, 16:45 - Atualizado em 03/05/2022, 16:44 - Autor: Com Informações de Antônio Barroso e Blog EPD

Google News

Mulher quebrou a socos uma porta de vidro da agência Bradesco
Mulher quebrou a socos uma porta de vidro da agência Bradesco | Reprodução

Quem nunca foi a uma agência bancária para efetuar determinada ação e tomou o famoso ‘chá de cadeira’? Infelizmente cenas como essas são comuns no dia a dia de nossa população e causam grande revolta.

O tempo de espera nos bancos físicos é um dos principais motivos para o crescimento de bancos digitais no mercado. Mas, por mais que a tecnologia cresça, ainda existem muitas situações que só podem ser resolvidas em agências bancárias físicas.  

Uma moradora do município de Moju, no nordeste paraense, quebrou a socos uma porta de vidro da agência Bradesco na manhã desta terça-feira (3). A mulher teve ferimentos nas mãos e foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiro. 

“Vamos ver agora se esse tal de gerente organiza o atendimento para a população, pelo menos deposita dinheiro suficiente pra quem enfrentar essa situação aí pra receber. Isso é uma vergonha”, desabafou um dos clientes que aguardava com outras dezenas de pessoas pelo atendimento nesta manhã de terça-feira.

Conforme vídeos gravados e divulgados em redes sociais, os funcionários do banco são insuficientes para atender a clientela, causando demora no atendimento, além disso estaria faltando dinheiro nos terminais de autoatendimento e o ambiente não comporta o número expressivo de clientes.

Veja também:

Homem é preso por ameaça a ex e posse ilegal de arma de fogo

Corpo carbonizado é encontrado sem cabeça por criança

Esses seriam os motivos que teriam causado a revolta na mulher, que não teve a identidade divulgada. Nas imagens, ela aparece quebrando a porta de vidro do prédio, o que causou ferimentos nas mãos dela. Populares acionaram o Corpo de Bombeiro, que encaminhou a mulher até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A gerência do banco não se manifestou sobre o episódio.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS