DOL Carajás
MATERNIDADE

Parauapebas e Canaã lideram aumento de nascimentos no Pará

7 de cada 10 municípios pisaram no freio e diminuíram o total de novos nascituros frente a 2021. Jacareacanga tem a queda mais expressiva, mas Belém e Marabá também “pararam a fábrica”

quinta-feira, 04/08/2022, 19:36 - Atualizado em 04/08/2022, 19:35 - Autor: Com Informações Zé Dudu

Google News

Parauapebas assiste ao nascimento de mais bebês que Marabá
Parauapebas assiste ao nascimento de mais bebês que Marabá | Reprodução

Um levantamento inédito realizado a partir de dados do Ministério da Saúde mostra que Parauapebas e Canaã dos Carajás são os dois municípios do estado com o maior ganho absoluto de nascimentos nos primeiros cinco meses deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 117 nascimentos a mais em Parauapebas e 94 a mais em Canaã dos Carajás, nada visto (e nem perto disso) em qualquer outro canto do Pará. Na contramão, a maior parte das cidades do estado está “parando a fábrica”. As informações são do Blog do Zé Dudu.

Os novos bebês do semestre passado vão ser tranquilamente contabilizados por agentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que estão nas ruas para realização do censo demográfico. Aliás, os nascidos até 31 de julho vão entrar no censo, mas quem veio à luz desde a última segunda (1º) não será contado por critérios metodológicos.

Atualmente, Parauapebas assiste ao nascimento de mais bebês que Marabá. De janeiro a maio deste ano, nasceram 2.125 parauapebenses contra 1.685 marabaenses, diferença de quase 500 em favor de Parauapebas, que só fica atrás, em números absolutos de nascituros, de Belém (6.448), Santarém (2.706) e Ananindeua (2.681). É por essas e outras razões que o Blog do Zé Dudu afirma que não haverá surpresa quando, ao serem totalizados os números do censo, a população urbana de Parauapebas aparecer maior que a de Marabá ainda este ano.

Canaã dos Carajás, por outro lado, chama atenção não apenas pelo crescente número de nascimentos, mas também pelo crescimento proporcional de um ano para outro: 33,1%. Enquanto o Pará registra taxa de natalidade 5% menor este ano em relação a 2021, Canaã ostenta simplesmente o segundo melhor desempenho do estado, atrás apenas de Ponta de Pedras, na região do Marajó, onde a quantidade de novos habitantes saltou 39%.

Com 628 novos nascidos entre janeiro e maio, de acordo com dados do Ministério da Saúde, Canaã dos Carajás deixa para trás municípios que, nas estimativas do IBGE, têm mais de 100 mil habitantes, como Tucuruí, onde nasceram 571 no período; Tailândia, 549; Moju, 446; e São Félix do Xingu, 344. É por essas e outras que o Blog observa, com tranquilidade, que a população total de Canaã gira em torno de 70 mil habitantes, contrapondo ao que o IBGE vinha insistindo em afirmar nas estimativas anuais, de algo em torno de 40 mil.

Natalidade em baixa

Em números absolutos, Abaetetuba é o município paraense onde os casais mais repensaram o número de novos bebês: 235 a menos em relação ao ano passado. Mas outros sete municípios tiveram freadas importantes, com uma centena de nascimentos abaixo do que se viu entre janeiro e maio de 2021: Breves (-179), Belém (-171), Viseu (-144), Jacareacanga e Marabá (-141) e São Félix do Xingu (-123).

Veja também:

Conta de energia vai cair 5,34% no Pará, entenda 

Quase R$ 1 milhão em vacinas foram descartados em Marabá

Jacareacanga, aliás, é o município que mais encolheu, com decréscimo de 47,5% no número de novos cidadãos, seguido de Cumaru do Norte (-40,9%), Ourém (-36,1%), São João do Araguaia (-34,1%), Quatipuru (-32,8%) e Rio Maria (-32,1%). Dos 144 municípios paraenses, 103 (ou 71,5% deles) diminuíram o número de nascimentos este ano.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS