DOL Carajás
Notícias / Polícia
SUL DO PARÁ

Família oferece R$ 10 mil por informações de assaltantes

Quatro bandidos armados, entre eles uma mulher, invadiram uma residência e levaram terror a família

quarta-feira, 29/09/2021, 15:52 - Atualizado em 29/09/2021, 18:46 - Autor: Jornal O Níquel


Bandidos levaram 200 gramas de ouro e outros objetos das vítimas
Bandidos levaram 200 gramas de ouro e outros objetos das vítimas | Reprodução

Não se fala em outra coisa em Redenção, no Sul do Pará, a não ser de um violento assalto a uma residência naquele município.    

Quatro bandidos armados, entre eles uma mulher, invadiram uma residência no setor Santos Dumont no fim da tarde desta terça-feira (28). Os assaltantes usaram de violência com as vítimas que relataram momentos de pânico.

Na ocasião, os indivíduos subtraíram 200 gramas de ouro, dois aparelhos celulares modelo iPhone, um aparelho celular, além de outros pertences.

Os acusados ainda fizeram uma transferência via Pix da conta de umas das vítimas, o valor não foi informado. Logo após, os elementos amarraram todos e trancaram no banheiro antes de se evadirem do local tomando rumo ignorado.

A Polícia Civil já entrou no caso para as investigações no sentido identificar e prender os acusados, além de identificar outras pessoas que possam ter envolvimento com o caso já que a polícia tem as informações sobre a conta que recebeu a transação bancaria. 

Os bandidos podem ter recebido informações privilegiadas sobre a rotina da família e sobre a residente, a polícia não descarta a possibilidade de os criminosos serem pessoas que já trabalharam na casa. 

O Banco Central informou que a partir de 4 de outubro, operações feitas pelo Pix ou por outros serviços de pagamento no período noturno, entre 20h e 6h serão limitadas a mil reais.

“Essas medidas todas vão diminuir as fraudes, vão proteger os clientes e os usuários de serviços de pagamentos e vão desincentivar os crimes. É um esforço conjunto do Banco Central, das autoridades policiais e das instituições financeiras, de pagamentos, cooperativas e participantes que ofertam esses serviços de pagamentos”, disse o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS