DOL Carajás
Notícias / Polícia
EXTORQUIRAM ATÉ PREFEITO

Quadrilha de falsos policiais é presa em Cumaru do Norte

Cinco homens vestidos como policiais militares suspeitos de crimes de falsidade ideológica, foram presos em flagrante neste sábado

sábado, 02/10/2021, 13:02 - Atualizado em 02/10/2021, 13:02 - Autor: DOL Carajás


A quadrilha já estava sendo monitorada há alguns dias na região, após denúncias de vítimas que foram enganadas pelos homens fardados
A quadrilha já estava sendo monitorada há alguns dias na região, após denúncias de vítimas que foram enganadas pelos homens fardados | Reprodução

As quadrilhas especializadas em fazer o 'mal' procuram qualquer meio de praticar ações contra o cidadão de bem. Durante a pandemia, o número de golpistas tem aumentado vertiginosamente resultando em golpes pela internet, por celular, pelo WhatsApp e até mesmo agora, usando o Pix, nova modalidade eletrônica de transferência de dinheiro em tempo real.

Entretanto uma quadrilha agindo na região foi mais longe. Se disfarçou de policiais e começou a agir extorquindo dinheiro de empresários, comerciantes e até prefeitos.

Um desses casos aconteceu na manhã deste sábado (2) na cidade de Cumaru do Norte, próximo a Redenção no sul do Pará. Cinco homens vestidos como policiais militares suspeitos de crimes de falsidade ideológica, furto, roubo e extorsão foram presos, em flagrante, na manhã deste sábado no município.

Segundo informações, os homens, que foram presos fortemente armados dentro de um automóvel branco, se passavam por policiais para a prática de assaltos e intimidação principalmente de garimpeiros.

A quadrilha agia no sentido de extorquir dinheiro. Uma das vítimas teria sido o prefeito de Cumaru, Célio Marcos Cordeiro, conhecido como “Nego” (MDB). Os criminosos teriam pedido dinheiro ao gestor municipal para impedir uma possível intervenção da polícia no maquinário da prefeitura.

Segundo informações, a quadrilha já estava sendo monitorada há alguns dias na região, após denúncias de vítimas que foram enganadas pelos homens fardados.

Com o quinteto, foram apreendidos coletes, fuzis, pistolas, algemas, distintivos e o fardamento e o veículo utilizados por eles nos delitos. Outros dois suspeitos de atuarem junto com o bando conseguiram fugir do cerco policial em um automóvel prata.

A Polícia Civil do Pará deve abrir inquérito para investigar o caso e identificar outras pessoas envolvidas com o bando e a sua finalidade. (Com informações de Debate Carajás).


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS