DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
COLA ELETRÔNICA

Três candidatos são presos por fraude no concurso da Seap  

Entre os detidos, um guarda municipal de Tomé-Açu

segunda-feira, 15/11/2021, 10:41 - Atualizado em 15/11/2021, 15:32 - Autor: Com informações Polícia Civil

Google News

Celulares usados na cola eletrônica
Celulares usados na cola eletrônica | Divulgação

Neste domingo (14), foi realizada a prova do concurso público para policial penal da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). Mais de 44 mil disputavam uma das 1.646 vagas ofertadas para o cargo, além de mais 299 vagas para cadastro de reserva.

Durante o concurso, três pessoas foram presas por tentar fraudar o certame. Elas estavam portando dispositivos eletrônicos, no formato de micro aparelho celular, que estavam sendo utilizados para receber “cola eletrônica “.

As prisões ocorreram em duas escolas no Bairro da Pedreira, em Belém. Os acusados foram identificados como: Sérgio Carvalho da Silva; Yuri Rafael da Silva Matos e Ladilson Vilhena Neves. 

Os suspeitos confessaram o crime. Segundo a polícia, Sérgio Carvalho da Silva, era funcionário público na cidade de Tomé-Açu, nordeste paraense, onde trabalhava como guarda municipal. Por já ser servidor público, ele teve a prisão decretada e sem direito à fiança. 

 

| Divulgação
 

VEJA TAMBÉM:

Mulher de 25 anos é assassinada após sair de festa 

Jovem tenta passar dinheiro falso em show do Gusttavo Lima

Vereador morre em acidente ao voltar de show de sertanejos 

Ladilson Neves também era servidor público: ocupava o cargo de auxiliar de vigilância escolar em Abaetetuba, no Baixo Tocantins. Não houve arbitramento de fiança em razão do cargo público exercido pelo acusado. 

Os celulares utilizados na fraude foram apreendidos e encaminhados para exame pericial, enquanto que os acusados ficaram à disposição da justiça. 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)