DOL Carajás
Notícias / Polícia
HOMICÍDIO

Empresário é executado a tiros em casa noturna paraense

Wellington Thomaz, conhecido popularmente por "Bem te vi", estava em bar quando dois homens chegaram em uma moto e o executaram a tiros

sábado, 04/12/2021, 11:51 - Atualizado em 04/12/2021, 16:46 - Autor: Dinho Santos


O empresário Wellington Thomaz, conhecido popularmente por "Bem te vi" foi assassinado a tiros
O empresário Wellington Thomaz, conhecido popularmente por "Bem te vi" foi assassinado a tiros | Divulgação

Os crimes com características de execução e encomenda seguem acontecendo semanalmente nos municípios da região do Sul do Pará. Na noite desta sexta-feira (3), mais um homicídio foi praticado por pistoleiros na cidade de Tucumã, município localizado as margens da Rodovia PA-279. 

O empresário Wellington Thomaz, conhecido popularmente por "Bem te vi", foi assassinado a tiros quando se encontrava em um estabelecimento comercial que funciona como bar e restaurante conhecida por Velho Oeste, localizada às margens da PA-279.

Confira também no DOL Carajás:

Polícia investiga execução de produtor de abacaxi na região

Corpo de homem é encontrado em estado de decomposição

Dono de mercadinho é executado enquanto jogava sinuca em bar

 

“Bem te Vi” ainda foi socorrido para um hospital particular com vida, porém não resistiu aos ferimentos e veio a óbito
“Bem te Vi” ainda foi socorrido para um hospital particular com vida, porém não resistiu aos ferimentos e veio a óbito | Divulgação
 

Segundo informações, "Bem te vi" estava no restaurante, quando dois suspeitos não identificados chegaram ao local em uma motocicleta Titan preta, e um deles efetuou os disparos na vítima.

“Bem te Vi” ainda foi socorrido para um hospital particular com vida, porém não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

A polícia civil esteve no local do crime e colheu as primeiras informações que devem ajudar nas investigações. 

Além de empresário, a vítima atuava como garimpeiro nos locais existentes na região de Tucumã e Ourilândia do Norte. 

Uma equipe da Delegacia de Polícia Civil de Tucumã está em campo buscando pistas que possam levar ao paradeiro e identificação dos executores

 

Além de empresário, a vítima atuava como garimpeiro nos locais existentes na região de Tucumã e Ourilândia do Norte
Além de empresário, a vítima atuava como garimpeiro nos locais existentes na região de Tucumã e Ourilândia do Norte | Divulgação
 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS