DOL Carajás
Notícias / Polícia
ESTAVA COM SIMULACRO

Polícia apreende adolescente que ameaçou chacina em escola

Ajuda da população foi crucial para identificar o adolescente que foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos na noite desta terça-feira.

quarta-feira, 11/05/2022, 11:15 - Atualizado em 11/05/2022, 17:43 - Autor: DOL Carajás com informações de Dênis Aragão

Google News

No áudio, o adolescente fazia sérias ameaças contra estudantes e profissionais da escola da rede pública municipal
No áudio, o adolescente fazia sérias ameaças contra estudantes e profissionais da escola da rede pública municipal | Divulgação

A Polícia Militar do Pará localizou na tarde de terça-feira (10), em Breu Branco, sudeste do Estado, o adolescente responsável por espalhar, via aplicativo de mensagens, várias ameaças de uma chacina numa escola municipal daquela cidade. Junto com o garoto, foi apreendido um simulacro de arma de fogo.

Desde domingo (8) a mensagem viralizou em grupos de whatsapp no município. No áudio, o adolescente fazia sérias ameaças contra estudantes e profissionais da escola da rede pública municipal, Gonzalo Vieira. 

 

A arma se tratava de um simulacro
A arma se tratava de um simulacro | Divulgação
 

No áudio, o aluno afirmava que cometeria uma chacina. Junto ao áudio, uma foto da referida arma de fogo, um simulacro de fuzil, o que causou pânico entre os moradores e comunidades estudantil.

Veja também!

Integrante de quadrilha que roubava caminhonete é preso

Alepa aprova plebiscito de criação de Paraguatins

Naufrágio no rio Tocantins deixa três pessoas mortas

O delegado Rommel Souza informou que a ação conjunta das Polícias Militar e Civil foi importante para apreender o jovem e o simulacro de arma de fogo. As ameaças de chacina causaram pânico na cidade e os responsáveis serão responsabilizados. As informações sobre o adolescente são mantidas em sigilo.

 

As ameaças de chacina causaram pânico na cidade e os responsáveis serão responsabilizados
As ameaças de chacina causaram pânico na cidade e os responsáveis serão responsabilizados | Divulgação
 

O delegado destacou a ajuda da população para a identificação do adolescente que foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos na noite de ontem.

“Ainda bem que a arma era apenas um simulacro. Graças ao apoio da sociedade que fez denúncias anônimas foi possível identificar os dois adolescentes envolvidos nessa brincadeira de mau gosto”, disse o delegado. 

A polícia não informou o que teria motivado o adolescente a difundir as mensagens de ameaças. O caso continua sendo investigado.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS