DOL Carajás
Notícias / Tecnologia
SEM CONEXÃO

WhatsApp, Facebook e Instagram ficam fora do ar

Com as três plataformas fora do ar, as pessoas aproveitaram para reclamar da situação no Twitte

segunda-feira, 04/10/2021, 15:31 - Atualizado em 04/10/2021, 15:31 - Autor: Tecmundo


Imagem ilustrativa da notícia: WhatsApp, Facebook e Instagram ficam fora do ar
| Reprodução

Usuários começaram a reclamar no início da tarde desta segunda-feira (4) que o WhatsApp, Instagram e Facebook estavam fora do ar. Enquanto as redes sociais não estavam atualizando o feed, o mensageiro não estava recebendo e enviando nenhuma mensagem.

A queda foi monitorada pelo Down Detector, que começou a notificar um aumento significativo de reclamações por volta das 12h30 (horário de Brasília). O mapa de falhas do site aponta, inclusive, que os problemas foram notificados em várias capitais do país, como São Paulo, Recife, Salvador, Pará e Curitiba.

Com as três plataformas de Mark Zuckerberg fora do ar, as pessoas aproveitaram para reclamar da situação no Twitter. Como sempre de maneira bem-humorada, os usuários pediram para que as redes voltem a funcionar o mais rápido possível. Confira:

O que causou a instabilidade?

A queda desta segunda-feira das duas principais redes sociais e do principal aplicativo de mensagem do mundo não aconteceu somente no Brasil. No Twitter, foi possível encontrar publicações em inglês e espanhol, por exemplo, de pessoas falando que os serviços não estavam funcionando. O assunto, inclusive, virou notícia no mundo todo.

Nos Estados Unidos, por exemplo, sa hashtags #instagramdown e #facebookdown ficaram nas primeiras colocações nos trendings topics por volta das 13h (horário de Brasília). O mesmo aconteceu em países como Espanha, Alemanha e Reino Unido.

O TecMundo entrou em contato com as empresas para verificar a causa da queda e foi informada, por enquanto, que o assunto está "sendo investigado". 

O perfil oficial do WhatsApp publicou, no Twitter, que está "ciente dos problemas" e que está "trabalhando para que as coisas voltem ao normal".

 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS