Diário Online
ESPLANADA

Mesmo sem capitais, eleições não foram tão ruins ao PT; entenda na coluna do Mazzini!

Leandro Mazzini faz a análise das notícias do Brasil político na coluna Esplanada

terça-feira, 01/12/2020, 14:00 - Atualizado em 01/12/2020, 14:00 - Autor: Leandro Mazzini


Imagem ilustrativa da notícia: Mesmo sem capitais, eleições não foram tão ruins ao PT; entenda na coluna do Mazzini!
| Agência Brasil/Arquivo

O PT não levou uma capital desde a sua estreia nas eleições municipais. Mas ganhou em importantes cidades-pólo do interior. Em Minas Gerais, levou as prefeituras de Juiz de Fora (Margarida Salomão) e Contagem (Marília).

Crise em família

Enquanto a maioria dos prefeitos eleitos Brasil adentro elogiam seus adversários e acenam para novos tempos, e muitos derrotados cumprimentam os substitutos, a petista Marília Arraes, no Recife, não telefonou até ontem à noite para o primo eleito, João Campos (PSB). A Coluna apurou que dona Ana Arraes, avó de João e tia de Marília, os primos adversários, confidenciou a amigos ter se irritado com o marketing da campanha da petista, que usou uma fala da ministra do TCU criticando João. No campo político, o eleito agora pode dispensar ou manter os cargos comissionados do PT na Prefeitura. No 1º turno, o grupo do senador Humberto Costa o apoiou, mas no 2º, fez oposição.

Tratorou

Um operador de retroescavadeira da pequena Pedra Dourada (MG), funcionário da própria prefeitura, foi eleito para comandar a cidade. Fagner Ferreira Veiga (Fá), do PSB, obteve 1.287 votos. Aliás, ele voltou a trabalhar na máquina ontem.

Novo em debate

O Partido NOVO ganhou uma prefeitura no País. Foi em Joinville (SC), neste domingo. Como citamos, não fez um vereador nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Elas sumiram e..

..Nenhuma mulher foi eleita nas capitais.

Voltando para casa

Onze deputados federais foram eleitos prefeitos no domingo, quatro deles para capitais, e vão abrir vagas para os suplentes em fevereiro na Câmara. Destaque para as vitórias de Edmilson Rodrigues (PSOL), em Belém; João Campos (PSB), no Recife; Eduardo Braide (Podemos), em São Luís; JHC (PSB), em Maceió.

Dupla

Eduardo Paes e Rodrigo Maia estão afinados num projeto eleitoral no Rio. Paes é o potencial candidato ao Governo, mas Maia é plano B. As articulações mostrarão.

Bordão eleitoral

Embora jure que fica os 4 anos de mandato, Paes pode recorrer ao famoso bordão usado por arrependidos: Alegar ‘vontade popular’ ou ‘chamado do partido para missão’.

Ascensão de Covas

Olho no vice também de Bruno Covas, prefeito reeleito de São Paulo que pode disputar o Governo em 2022. Ricardo Nunes (MDB) é apadrinhado de Michel Temer.

MERCADO

Olho no cliente

As empresas de comércio e serviços investem cada vez mais no relacionamento com o consumidor. Essa é uma das conclusões do Índice de Automação, calculado pela Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil. O estudo mostra que 78% possuem um canal de atendimento ao cliente, além de monitorar o comportamento de compra por meio de câmeras, sensores, sinal de celular e rastreadores.

Povo constrói

Os reflexos da pandemia no mercado e a adaptação de escritórios de fabricantes ao home office atingiram em cheio o mercado da construção civil. Faltam aço e PVC, segundo Thierry Fournier, CEO Brasil da Saint-Gobain. As 87 fábricas do Grupo no Brasil têm trabalhado 24 horas por dia, sete dias por semana, para suprir a demanda.

Prêmio Marco Maciel

O Prêmio Marco Maciel – Ética, transparência, diálogo e solidariedade entre o público e o privado, realizado pela Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais  (BRIG) , vai contemplar as categorias Responsabilidade Social, Preservação e Promoção de Empregos e Renda, Ações em Instituições de Ensino e Jornalismo sobre Atividade de RIG na pandemia. Entrega será dia 10 de dezembro.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS