Diário Online
REPÓRTER DIÁRIO

Jader Filho retorna à presidência do MDB no Pará; leia o RD!

Coluna desta quinta-feira traz ainda que o empresário Jader Filho retornou ao comando do MDB no Pará

quinta-feira, 02/09/2021, 11:58 - Atualizado em 02/09/2021, 16:01 - Autor: Repórter Diário


Empresário Jader Filho retorna após licenciamento
Empresário Jader Filho retorna após licenciamento | Octávio Cardoso

Depois de um curto período de licenciamento, o empresário Jader Filho reassumiu a presidência estadual do MDB para liderar o partido com vistas às eleições de 2022. Na gestão dele, o MDB elegeu o maior número de prefeitos no Estado, totalizando 61 vitórias (42% dos municípios). Com direito a vitórias acachapantes, como em Itaituba, no sudoeste paraense, onde Valmir Climaco se elegeu com 77,42% dos votos; em Curuçá, o eleito foi Tarrafa com 77,12%; em Capanema, Chico Neto teve mais de 70% dos votos e em Ananindeua o eleito foi Dr. Daniel, com 67,7% dos votos.

PROMOTOR

A CNN Brasil abriu espaço em sua programação para ouvir hoje, às 14h30, o promotor da Justiça Militar Armando Brasil sobre as medidas preventivas adotadas no Pará para inibir a participação de militares nos atos de protesto marcados para 7 de setembro. A iniciativa adotada por ele é inédita no país no sentido de definir deveres e direitos de policiais militares. O promotor esclarece a respeito da condição de militar em serviço, que, mesmo de folga, militares da ativa não poderão participar de manifestações de caráter político. É o que reza a Constituição Federal e o Código Penal Militar.

ALEPA

A agenda do presidente da Alepa, deputado Chicão (MDB), registrou ontem um encontro com o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Carlão Pignatari (PSDB). A reunião teria sido articulada pelo presidente estadual do PSDB, deputado federal Nilson Pinto, e foi prestigiada pela bancada tucana na Alepa. Victor Dias, Luth Rebelo, Cilene Couto e Ana Cunha, que integram a base de apoio ao governo Helder Barbalho, participaram da conversa, que teve ainda a presença de uma comitiva da Assembleia Legislativa paulista.

OURO

O Ministério Público Federal (MPF) iniciou ações judiciais visando suspender atividades de três instituições financeiras acusadas de despejar no mercado nacional e internacional mais de 4,3 mil quilos de ouro ilegal nos anos de 2019 e 2020. O ouro extraído de garimpos ilegais no sudoeste paraense foi comercializado pelas distribuidoras de valores mobiliários FD’Gold, Carol e OM. Agora, além de terem as atividades suspensas especificamente nessa região, as empresas podem ser condenadas a pagar um total de R$ 10,6 bilhões por danos sociais e ambientais.

DOCUMENTO

O Senado aprovou ontem a Medida Provisória nº 1.051/2021 que cria o Documento Eletrônico de Transporte (DT-e), antiga reivindicação de caminhoneiros de todo o país. Digital, o DT-e vai reunir em um único documento dados, obrigações administrativas, informações sobre licenças, registros, valor de frete e seguros contratados. A MP teve o apoio do senador Jader Barbalho (MDB-PA), que se empenhou pela agilização da votação atendendo ao apelo da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), que considera o documento vital para organizar a vida do transportador autônomo.

HIDROVIA

O processo de licenciamento da hidrovia Araguaia-Tocantins possui “vício de origem” que prejudicou o levantamento dos impactos socioambientais na região. Esta foi uma das questões tratadas na reunião virtual realizada ontem entre procuradores do MPF e do Ministério Público do Trabalho de Marabá com a comissão em Defesa do Rio Tocantins. O governo federal deixou de consultar os povos tradicionais da região, quilombolas e ribeirinhos, o que pode levar à responsabilização do Estado brasileiro pela não aplicação ou pela interpretação indevida da Convenção 169.

LINHA DIRETA

Correu em muitos grupos ontem a indecente proposta de um vereador de Belém em contratar um jornalista para escrever, fotografar, editar, fazer conteúdo para as redes sociais, viajar, ficar à disposição 24h pelo salário de... R$ 1 mil. Um parlamentar municipal hoje, independentemente de ter diploma de Ensino Superior ou tantas habilidades assim, ganha quase R$ 19 mil mensais.

Também esta semana na Câmara Municipal de Belém foram mantidos 23 vetos, de projetos aprovados ainda na gestão de Zenaldo Coutinho (PSDB). Dentre eles, o que prevê limpeza imediata de ruas após eventos como corridas e maratonas, e ainda de incentivo a empresas financiadoras de pontos gratuitos de acesso à internet.

Independente de protocolo de segurança contra a Covid ou duração do tempo da pandemia, agora é lei estadual: todos os estabelecimentos comerciais deverão, a todo momento, oferecer aos clientes álcool em gel para higienização das mãos.

Em um único dia, a Cosanpa encheu duas carretas recolhendo sinalizações precárias de criação desconhecida em locais de obras. Detalhe: todas iguais. Pelo quantitativo, é possível entender que seja algo bem menos improvisado que apenas iniciativa de moradores dos entornos.

Durante a votação do projeto de lei que cria o Fundo Garantidor do Pequeno Produtor Rural e da Indústria para Bioeconomia na Alepa, na terça, 31, o deputado Raimundo Santos (Patriota), destacou a manchete do DIÁRIO daquele dia, sobre o aumento de 124% no preço da cesta básica em dez anos.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS