Diário Online
Dino
Dino

Saúde privada: cartões de benefícios ampliam serviços

sexta-feira, 29/10/2021, 12:19 - Atualizado em 30/10/2021, 21:56 - Autor: DINO



De fundamental importância na vida cotidiana da população, o setor da saúde, com as áreas médica e odontológica, tem passado por constante transformações no mercado privado nos últimos anos. Se antes os planos de saúde e odontológico eram as únicas opções para aqueles que não desejavam depender dos serviços públicos, atualmente os chamados cartões de benefício aparecem como alternativa àqueles que desejam um acesso rápido a consultas e exames, mas não têm condições financeiras de pagar a mensalidade de um plano.

De acordo com um levantamento realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo em 2018 com as principais empresas do setor, ao menos 8 milhões de brasileiros já eram usuários desse serviço àquela época. E embora não existam dados mais recentes compilados sobre o avanço deste mercado nos últimos anos, a tendência é de que ele tenha se mantido aquecido.

Também chamados de “cartões de descontos”, tais serviços de assistência não estão submetidos às mesmas regras dos planos de saúde fixadas pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), sendo usualmente restritos a consultas e exames, não oferecendo, portanto, atendimentos de emergência. Além disso, o serviço prevê pagamentos pelos procedimentos realizados, ainda que reduzidos.

O cartão de benefícios e suas especificidades 

Para o melhor entendimento sobre os serviços oferecidos, bem como as possibilidades e restrições assistenciais oferecidas por esta modalidade, a própria ANS criou uma cartilha explicando as diferenças entre os planos de saúde e os cartões. E levando-se em consideração as limitações da oferta de serviços médicos e odontológicos por estes cartões, empresas da área têm investido na ampliação do leque de benefícios e descontos - para além da questão da saúde.

De acordo com Felipe Caxeiro, CEO da Rede It’s Odonto Orthodents e do cartão YES CONSULTA, “o mercado está ‘comoditizando’ praticamente tudo e, então, para atrair os clientes que escolhem os serviços apenas pelo preço, é necessário agregar muito mais valor a esta oferta”. 

Para o executivo, a possibilidade de o cliente poder contar com, além de exames e consultas, descontos em farmácias, spas, cinemas, cursos e pet shops, “fortalece uma rede independente e muito mais acessível, principalmente para pessoas que não podem manter um plano de saúde”. 

Analisando mais especificamente a área odontológica, que nos últimos anos passou por um grande crescimento na oferta de planos de saúde exclusivos para o setor, é possível avaliar que a concorrência entre estes serviços e os de cartões de benefícios deve ser alta nos próximos anos. 

Concorrência na área odontológica deve manter-se alta 

Segundo dados divulgados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) baseados em informações fornecidas pela SINOG (Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo), há, atualmente 28,1 milhões de beneficiários de planos odontológicos no país, sendo esperado um crescimento entre 10,5% e 11% de novos clientes neste ano de 2021.

Uma das vantagens dos cartões de benefícios, para Caxeiro, é que tal serviço “proporciona um leque muito maior de opções que os planos de saúde, sem altas despesas com mensalidades e com a liberdade de escolha, inclusive de indicação do profissional a ser contratado”. 

Outra característica deste serviço, de acordo com o CEO da YES CONSULTA, é que as transações não precisam de operadora de saúde e convênios em geral, sendo o prestador de serviços, médico ou dentista, beneficiado diretamente. 

“Mesmo oferecendo um desconto, há uma burocracia muito menor do que um convênio tradicional”, afirma. “Ganha mais, recebe na hora e o paciente paga bem menos e apenas quando usar”.

Para saber mais, basta acessar: https://www.yesconsulta.com.br/



Website:

https://www.yesconsulta.com.br/
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS