Diário Online
Dino
Dino

Energia solar auxilia a expansão do agronegócio

quarta-feira, 27/10/2021, 13:34 - Atualizado em 30/10/2021, 22:51 - Autor: DINO



A energia solar pode ser uma grande aliada do agronegócio e extremamente vantajosa para o produtor rural. Em território nacional existem muitas fazendas de pequeno a grande porte que possuem acesso à rede elétrica e com altos gastos com conta de luz por causa de seus processos produtivos, porém muitos desses locais ainda não contam com esse benefício e assim deixam de aproveitar essa excelente oportunidade.

Segundo a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), nos primeiros oito meses de 2021, foram instalados 180 mil sistemas para a geração de distribuição de energia solar, ou seja, 41% maior do que no mesmo período de 2020. Esse crescimento se deu por conta de uma das piores crises hídricas que o país vem sofrendo. Além da vantagem ambiental, investir em energia solar também é benéfica para o bolso, pois garante até 95% na redução da conta de luz.

“É muito importante solucionar essa situação com alternativas que agregam economia e facilidade na geração de energia. Nesse contexto, a energia solar é uma das alternativas mais promissoras para o agronegócio, já que as soluções tecnológicas aplicadas ao proporcionam qualidade e segurança com a possibilidade de aumento da produtividade e estímulo ao crescimento”, Guilherme Coelho da Costa é gerente de Energia solar On Grid da Intelbras (INTB3), empresa brasileira com 45 anos de história e desenvolvedora de soluções solares On Grid e Off Grid.

Utilização da energia solar

O uso da energia solar é feito a partir da instalação de painéis fotovoltaicos, geralmente em telhados, mas nada impede que essa estrutura seja utilizada com fixação no solo das fazendas e propriedades rurais, por exemplo. Os painéis, também chamados de módulos fotovoltaicos, possuem a capacidade de transformar a energia solar em energia elétrica, ou seja, a energia gerada será distribuída por toda a propriedade. Em outras palavras, qualquer equipamento ou estrutura que precise da eletricidade para funcionar, poderá ser alimentado por essa nova fonte de energia, que é limpa, renovável e sustentável.

Aplicações da energia solar no agronegócio

O sistema fotovoltaico pode ser aplicado em dois formatos diferentes: On Grid e Off Grid. No sistema On Grid, a propriedade deve ter acesso à rede de distribuição pública, uma vez que a produção de energia excedente pelos painéis será entregue à concessionaria, que concede créditos ao consumidor por forma de compensação de energia. Já no sistema Off Grid funciona de maneira autônoma e precisa do armazenamento em baterias para o fornecimento de energia à noite ou em dias nublados. O sistema é ideal para propriedades isoladas que não têm acesso à rede pública de energia.

Vantagens da utilização do sistema fotovoltaico

Existem diversos fatores que tornam o uso da energia solar no agronegócio um investimento atrativo. O principal deles certamente é a economia de recursos financeiros, mas não é o único.

“Outra vantagem é que com mais autonomia, o produtor rural não fica refém de tarifas das concessionárias de energia e assim pode ter um controle mais eficiente de seus custos. O retorno de investimento em energia solar também é excelente se comparado com tantos outros investimentos, ocorre em média, em 4 a 6 anos após a instalação do sistema. Considerando que os módulos fotovoltaicos possuem vida útil de 25 anos, o investimento será usufruído por 20 anos ou mais”, afirma o gerente da Intelbras.

Outra vantagem são as linhas de créditos especificas para o setor que facilitam o empréstimo para o investimento em energia solar. As parcelas dos financiamentos chegam a ser iguais ou muito próximas ao valor a economia ganha na conta de luz. Os sistemas fotovoltaicos são facilmente instalados por profissionais capacitados que desenharão o melhor projeto para a necessidade do usuário. A manutenção do sistema não é frequente já que as chuvas fazem parte do trabalho de limpeza dos painéis. O indicado é que a limpeza seja realizada entre seis meses a um ano para que o sistema sempre esteja apto a gerar no seu potencial mais adequado.

“Investir no uso da energia solar está se tornando algo ainda mais atraente e indispensável. Argumentos positivos não faltam para que o produtor rural, agricultores, fazendeiros e pecuaristas comecem a utilizar energia renovável e sustentável o quanto antes”, finaliza Guilherme Costa da Intelbras.



Website:

https://www.intelbras.com/pt-br/energia-solar
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS