Diário Online
PARTICIPE!

Evento discute linguagens no enfrentamento ao racismo

A programação o Lab ÁFRICA busca discutir o enfrentamento ao racismo a partir de diferentes linguagens, articulando público interno e externo à UFRA.

segunda-feira, 29/11/2021, 10:37 - Atualizado em 29/11/2021, 10:36 - Autor: Com informações da assessoria


Imagem ilustrativa da notícia: Evento discute linguagens no enfrentamento ao racismo
|

O mês de novembro é marcado por eventos em diferentes formatos que discutem o enfrentamento ao racismo em suas mais diversas formas.

Atento a isto, o Lab ÁFRICA, projeto de extensão da Universidade Federal Rural da Amazônia, coordenado pela Profa. Dra. Ana Guimbal e pelo Prof. Me. Elias Hage, traz, em seu primeiro ano de atuação, uma programação diversificada com o título “Ocupação e resistência em múltiplas linguagens no enfrentamento ao racismo”, que ocorre nos dias 29 e 30 de novembro, pelo canal do YouTube do Lab ÁFRICA a partir das 17h30. 

Clique aqui e faça sua inscrição gratuitamente

Na programação do primeiro dia 29 de novembro, com o protagonismo de estudantes da instituição, serão tratadas temáticas como história ancestral, leis, política, expressões racistas, movimento negro, feminismo negro, culinária, dança, arte, pintura, musicalidade, poesia, literatura, filmes, cinema, autores, intelectuais, atores e atrizes.

Siga o Lab África no Youtube

Os alunos serão mediadores e palestrantes neste dia, além de contribuírem no segundo dia com a temática de religiosidade.

Para o segundo dia 30 de novembro, com mediação de Carol Pabiq, serão discutidas as temáticas de enfrentamento ao racismo principalmente por pessoas externas à instituição, como a jornalista, cineasta e atriz Joyce Cursino; também a colaboração da doutora em Linguística Camila Alves, que atualmente trabalha com Marketing, Conteúdo e Insights numa empresa brasileira de finance technology. E para encerrar a noite, a contribuição de Bruno “BO” Borda, doutor em ciências sociais, professor, mc, cantor e compositor com 27 anos de carreira na música, e com pesquisas sobre juventude e hip hop.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS