Diário Online
LÁ VEM MEU BOI LÁ VEM

É hora de matar a saudade dos Arrastões do Pavulagem

Oficinas de dança, percussão e perna de pau iniciam neste domingo (8). Cortejo volta às ruas de Belém após dois anos

sábado, 07/05/2022, 22:48 - Atualizado em 07/05/2022, 23:52 - Autor: Aline Rodrigues

Google News

Arrastão do Pavulagem - Junho 2019
Arrastão do Pavulagem - Junho 2019 | Fernando Sette/Agência Belém

O Arrastão do Pavulagem coleciona histórias e celebra 35 anos este ano com a volta das atividades após dois anos.

Um dessas histórias é a da Luciana Lobo, 48, que começou como mera espectadora dos cortejos juninos, mas há 14 anos resolveu fazer oficina de percussão, onde ficou por três anos.

Depois, já perto de completar 40 anos, resolveu se desafiar e entrou na oficina de perna de pau. Contagiada e apaixonada pelas atividades, resolveu levar a mãe, dona Lucidalva Lobo, para entrar na dança. 

“A sensação de estar na oficina com a minha mãe pela primeira vez era compartilhar algo em comum com ela, eu nunca tinha tido essa oportunidade de achar alguma coisa que a gente fizesse em comum. Apesar de eu ser da perna de pau e ela ser da dança, vi que consegui trazê-la para o meu mundo e foi uma coisa que aproximou a gente”, disse Luciana.

Para dona Lucidalva foi um momento de diversão, pois se sentiu feliz e fez novos amigos.

“Ela sentiu que estava num momento triste e que reviveu depois que fez novas amizades. E eu vendo esse depoimento dela, me sinto muito feliz também, por ter de alguma maneira proporcionado essas as emoções para ela. E ela está com uma expectativa muito grande para participar do arrastão e das oficinas”, disse Luciana, que a partir deste domingo (8) vai reviver a magia das atividades do Arraial do Pavulagem junto com a mãe, pois as clássicas oficinas de dança, percussão e perna de pau iniciam e seguem até o dia 22 de maio. Os ensaios começam na sequência, no período de 23 de maio a 9 de junho.

“Essa retomada está sendo muito aguardada, temos uma expectativa muito grande. Estamos recebendo também a energia de toda a comunidade do Arraial do Pavulagem, através das redes sociais, das ações que a gente já tem feito e tá uma expectativa tremenda, vai ser o maior cortejo de todos os tempos, tem uma energia acumulada desses dois anos que não tivemos [o cortejo] e a  gente já vê isso no número das inscrições, praticamente o dobro do que a gente teve nos outros anos”, ressaltou Gustavo Moreira, produtor executivo do Arraial do Pavulagem.

As primeiras oficinas acontecerão semanalmente de 18h a 21h, aos sábados de 15h a 18h e aos domingos de 10h a 13h. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas pelos links: Dança (https://tinyurl.com/dancapavulagem), Percussão (https://tinyurl.com/percussaopavulagem) e Perna de Pau (https://tinyurl.com/pernaltapavulagem). Na sequência, os ensaios com orquestra, percussionistas e brincantes rolam de 23 de maio a 9 de junho. As Rodas de Boi estão marcadas para os dias 08 de maio a 09 de junho. Já os famosos cortejos estão previstos para acontecer nos dias 12, 19, 26 de junho e 03 de julho, nos mesmos moldes de 2019.

 

Luciana Lobo, Hiago Lobo e Lucidalva Lobo: felizes em participar mais um ano do Pavulagem
Luciana Lobo, Hiago Lobo e Lucidalva Lobo: felizes em participar mais um ano do Pavulagem | Divulgação
 


“Foi um ano que contou com muitas novidades, a gente deixou de fazer na Praça da República, inverteu o sentido do cortejo, descendo para a Praça dos Estivadores, e a gente vai manter, porque queremos que tenha uma ocupação cultural maior naquele ponto, que sofre muito com pessoas em situação de rua e falta de iluminação. Em parceria com a prefeitura, a gente quer transformar aquele local num local de turismo, cultura, alegria e que possa ser ocupado pelo público”, pontuou Gustavo.

Após o cortejo, acontecem os shows do Pavulagem e artistas convidados, além de uma Feira Criativa, com elementos voltados para os arraiais, como brinquedos de miriti, guloseimas paraenses e outros empreendimentos.

“Arraial do Pavulagem 2022: 35 anos de Pavulagem”, é o tema deste ano, que homenageia o tempo de atuação do coletivo de artistas formado por Ronaldo Silva, Júnior Soares e outros nomes importantes para a cultura da Amazônia. E essa celebração será com a retomada das atividades na rua, pois desses nos últimos anos, em 2020 e 2021, a programação do Instituto migrou 100% para o online, com lives, levando a energia do Arraial para os lares no momento mais crítico da pandemia.

“É uma data muito simbólica, redonda, que a gente vai perpassar por toda a história do Arraial. A gente ainda não fechou a programação cultural, das pessoas que vão participar dos shows, mas os convidados devem seguir essa linha de celebração dessa história que foi construída ao longo desses 35 anos”, finalizou Gustavo.

 

Calendários de atividades

Oficinas: de 08 a 22/05, semanalmente de 18h a 21h, aos sábados de 15h a 18h e aos domingos de 10h a 13h;

 Ensaios com orquestra, percussionistas, brincantes: 23/05 a 09/06/22, semanalmente de 18h a 21 horas, aos sábados de 15 a 18 horas e aos domingos de 10h a 13h;

Rodas de boi: dias 08/05 e 09/06/22. Aos domingos, de 10 às 13h;

 Abertura oficial do Arraial do Pavulagem: dia 09/06, quinta-feira, com a chegada do cortejo fluvial, trazendo a comitiva do Boi Pavulagem e os mastros de São João menino. O traslado inicia às 17h, na Praça Princesa Isabel, com 4 destino a Escadinha do Cais do Porto/Estação das Docas. Na chegada, os brincantes recepcionam os ícones da brincadeira e seguem em festa até a Praça dos Estivadores, onde levantarão os mastros. Logo após, é realizado um “Ensaio Geral” seguido de “Roda de Boi”, com a participação da banda Arraial do Pavulagem e outros artistas populares convidados.

Oralidades: 13/05, sexta-feira, começa 18h com a Folia do Glorioso São Sebastião de Cachoeira do Arariàs. Às 19h, acontece a palestra do professor Antônio Mauricio Costa sobre os cordões de bumbás na Amazõnia nos séculos 19 e 20, e o lançamento do livro Bumbás da Amazônia: Negritude, Intelectuais e Folclore [Pará, 1888 -1943], de autoria do próprio professor-pesquisador Antonio Mauricio Costa.

Os Arrastões do Pavulagem serão nos dias 12, 19, 26 de junho e 03 de julho de 2022. A concentração de brincantes e público começa às 8h, na Praça da República, e em seguida sairá pela Av. Presidente Vargas até a Praça dos Estivadores.

 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS