Diário Online
MAIOR FESTVAL DO PARÁ

Festribal 2022 começa hoje em Juruti; veja os detalhes!

O maior evento folclórico do Pará inicia nesta quinta-feira no Baixo Amazonas. E para você, quem leva? Tribo Muirapinima ou Munduruku?

quinta-feira, 28/07/2022, 10:05 - Atualizado em 28/07/2022, 11:58 - Autor: Michelle Daniel

Google News

Imagem ilustrativa da notícia: Festribal 2022 começa hoje em Juruti; veja os detalhes!
| Divulgação

O Reencontro dos Povos”, tema da 28ª edição do tradicional Festival das Tribos Indígenas de Juruti, o Festribal, traz o reencontro presencial do duelo de arte e cultura indígena entre as tribos Munduruku e Muirapinima, com direito às torcidas nessa retomada após dois anos sem realização, por conta da pandemia. Manifestação cultural reconhecida como Patrimônio Cultural do município de Juruti e do Estado, o Festribal começa hoje e segue até domingo (31), mantendo a tradição da realização no último final de semana de julho.

Durante os quatro dias, o festival conta com uma programação diversificada dentro da temática indígena, tendo como ápice a disputa entre as tribos Munduruku (vermelha e amarela) e Muirapinima (vermelha e azul), que ocorrerá no Centro Cultural, mais conhecido como Tribódromo, com capacidade para 5 mil pessoas. No espaço, alegorias, cênica, dança e cantos indígenas vão reger o espetáculo a céu aberto. A participação da torcida é fundamental, pois a interação com as tribos também faz parte da festa realizada pela Prefeitura de Juruti.


“Um grande espetáculo está sendo tecido para o Festribal do reencontro. A temática desenvolvida será ‘Povos originários, herdeiros da Terra-Floresta’, um manifesto artístico que tem por objetivo chamar a atenção do mundo inteiro para os clamores que ecoam dos pátios das aldeias indígenas. Em arte e poesia, recontaremos mitos dos povos originários Munduruku, Xavante e Juruna, combinando dramaturgia, música e teatro”, afirma Edvander Batista, diretor de arte da Tribo Indígena Munduruku.

Segundo ele, a tribo conta com um elenco de mais de 400 pessoas que darão vida ao espetáculo, transformando a arena do tribódromo em um palco a céu aberto “de onde reverberá um canto uníssono e reafirmará que os povos originários devem ser respeitados, pois são herdeiros do território amazônico, da cultura ancestral e os únicos que poderão salvar o mundo de uma hecatombe a partir da destruição dos biomas da natureza”. “Dançaremos, reviveremos histórias contadas por nossos avós unicamente com o intuito de adiar o fim do mundo. Desta forma, brindaremos Juruti, a Amazônia e o Brasil com um festim comemorativo à cultura e à sabedoria dos povos originários, herdeiros da Terra-Floresta”, completa.

LIBERDADE

A Tribo Muirapinima aposta no tema “Liberdade” para apresentação na arena, a fim de disputar o título do Festribal deste ano. De acordo com Daniel Costa, membro da Comissão de Artes da Tribo, cerca de 1 mil trabalhadores estão envolvidos na construção do espetáculo. “Vamos abordar esse tema sob vários prismas, tendo como fundamento os costumes, lendas, rituais e crenças de quatro tribos. Trabalhamos arduamente com muita união, todos no mesmo objetivo, de reverenciar a cultura indígena e mostrar o melhor do folclore da cidade de Juruti. Preparamos um grande espetáculo para o torcedor saudoso, há dois anos sem festival”, diz.

Tribo vencedora será conhecida no domingo

Muirapinima é o nome da tribo que habitava as margens do Lago Juruti Velho e que deu origem à vila de mesma denominação, e também nome de uma espécie arbórea, madeira de lei, abundante na região, de beleza ímpar, sendo este um dos motivos dos índios se autodenominarem com o mesmo nome.


O festival ocorrerá todas as noites, a partir das 20h. Para a abertura, haverá atrações musicais como os grupos regionais Filhos da Terra e Donos da Terra, DJ Adriano Nanini, Cabaré do Brega, Guto Soares, DJ Thascya, Aldair Playboy e George Japa. Na sexta-feira, haverá apresentação das tribos mirins de ambas as tribos tradicionais. A noite do dia 30 é toda dedicada às apresentações das tribos oficiais. E no último dia, haverá apuração do resultado e a festa da vitória, a partir das 15h.


O Festribal, é considerado um importante instrumento de fomento ao turismo na região de Juruti, evento de ampla participação popular que busca incentivar a expressão artística e contribuir para a difusão da cultura e para o desenvolvimento regional. Desde 2008, é considerado Patrimônio Cultural do Pará pela Lei Estadual nº 7.112; e desde 2011, pela Lei Municipal nº 1.010/2011, foi reconhecido como Patrimônio Cultural do Município de Juruti. Nos anos de 2020 e 2021, as edições foram virtuais por conta da pandemia, sem a presença do público.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS